ISSN 2674-8053

Recordes de inflação na zona do Euro: causas e consequências


Por Laura Cariolin e Sofia Ornelas Moreira

Em meio a um contexto de guerra, instabilidade e insegurança energética, a União Europeia enfrenta outro desafio: conter o aumento da inflação, que bate recordes na zona do Euro. Após a moeda europeia cair abaixo do dólar em agosto, o Eurostat confirmou, em setembro, uma inflação de 9,1% ao ano (Reuters, 2022), a maior desde sua criação. Ao analisar individualmente os países do bloco, é possível encontrar exemplos como o da Estônia, que apresentou uma inflação de 23,2% ao ano em julho (STATISTA, 2022). Com base nessas informações, é perceptível a necessidade de se identificar as causas e as consequências do perigo que ameaça o velho continente.

Com esse aumento drástico da inflação, todos os países saem desfavorecidos. Com o aumento de preço da energia, o poder de compra diminui, e o Banco Central Europeu (BCE) deve tomar decisões mais agressivas, como um aumento de gastos do governo com políticas públicas que auxiliem a parcela necessitada da população. Além de afetar o governo, as empresas e seus consumidores também terão problemas, devido ao aumento dos custos da produção e venda, já que o poder de compra da população será diminuído.

As razões da inflação na Europa são diversas, mas a principal delas é o aumento no preço da energia (Euronews, 2022). Devido à Guerra da Ucrânia e, consequentemente, a interrupção no fornecimento de gás russo, fica mais caro produzir e transportar produtos, sendo eles manufaturados ou agrícolas. Assim, essa situação é refletida no preço, diminuindo o poder de compra do consumidor e aumentando a inflação. Outro ponto importante é a dificuldade das empresas em suprir a demanda, já que, com a pandemia, o consumo, principalmente em serviços como restaurantes e viagens, foi drasticamente reduzido. Desse modo, a produção, o estoque e a capacidade precisaram diminuir, porém, com o fim do lockdown e da quarentena, os produtos voltaram a ser consumidos, mas a produção já não é a mesma que antes. Portanto, o aumento da demanda faz com que as empresas aumentem os preços, gerando um aumento da inflação.

O Banco Central Europeu, em uma tentativa de frear as altas taxas de inflação, pretende aumentar a taxa de juros em 0,75%. Em decorrência disso, os governos buscam tomar medidas para tentar aliviar alguns gastos para a sua população. Um exemplo é a Alemanha, país que mais gasta para ajuda de famílias necessitadas (CNN, 2022), enquanto a França está tendo descontos nos combustíveis. No geral, a União Europeia está prevendo diminuir a quantidade de energia usada em decorrência do alto preço, sendo uma medida prevista para ser usada quando o inverno chegar.

Dessa forma, é possível perceber que a inflação na Europa é multifatorial, porém é catalisada pela Guerra da Ucrânia. Assim, nota-se que a crise energética na Europa tem consequências que vão além do aquecimento contra o rigoroso inverno europeu, mas afeta também a economia e a política monetária da União Europeia. Portanto, o resultado da guerra, as fontes de energia e as relações diplomáticas estabelecidas em torno dela são cruciais para determinar o futuro da Europa.

Referências:

GROBE, Stefan; SILVA, Isabel Marques. Estado da União: Medida do BCE para travar a inflação vai resultar? Euronews, [S.l], 2022. Disponível em: <https://pt.euronews.com/my-europe/2022/09/09/estado-da-uniao-medida-do-bce-para-travar-a-inflacao-vai-resultar>. Acesso em 20 set. 2022.

ABNETT, Kate. UE pondera tetos de preços de energia e medidas para reduzir demanda. Reuters, Bruxelas, 2022.  Disponível em: <https://economia.uol.com.br/noticias/reuters/2022/09/01/ue-pondera-tetos-de-precos-de-energia-e-medidas-para-reduzir-demanda.htm>. Acesso em 20 set. 2022.

CANEPA, Francesco; KORANYI, Balazs. BCE deve aumentar taxa de juros nesta quinta-feira diante de inflação na Europa. CNN Brasil, [S.l], 2022. Disponível em: <https://www.cnnbrasil.com.br/business/bce-deve-aumentar-taxa-de-juros-nesta-quinta-feira-diante-de-inflacao-na-europa/>. Acesso em 20 set. 2022.

HARMONIZED index of consumer prices (HICP) inflation rate of the European Union in August 2022, by country: Statista. Disponível em: <https://www.statista.com/statistics/225698/monthly-inflation-rate-in-eu-countries/>. Acesso em 20 set. 2022.

KOUTSOKOSTA, Efi. Why is inflation so high in Europe & what can be done to slow it down? Euronews, [S.l], 2022. Disponível em: <https://www.euronews.com/my-europe/2022/02/11/why-is-inflation-so-high-in-europe-what-can-be-done-to-slow-it-down>. Acesso em 20 set. 2022.

MEDIDAS aplicadas nos países europeus para combater subida da inflação. SIC Notícias, [S.l], 2022. Disponível em: <https://sicnoticias.pt/economia/2022-09-04-Medidas-aplicadas-nos-paises-europeus-para-combater-subida-da-inflacao-8952e570>. Acesso em 20 set. 2022.

ZONA do euro confirma inflação de 9,1% com alta nos preços de energia e alimento. Reuters, [S.l], 2022. Disponível em: <https://g1.globo.com/economia/noticia/2022/09/16/zona-do-euro-confirma-inflacao-de-91-com-alta-nos-precos-de-energia-e-alimento.ghtml>. Acesso em 20 set. 2022.

ABNETT, Kate. UE pondera tetos de preços de energia e medidas para reduzir demanda. Reuters, Bruxelas, 2022.  Disponível em: <https://economia.uol.com.br/noticias/reuters/2022/09/01/ue-pondera-tetos-de-precos-de-energia-e-medidas-para-reduzir-demanda.htm>. Acesso em 20 set. 2022.

Núcleo de Estudos e Negócios Europeus
O Núcleo de Estudos e Negócios Europeus (NENE) está ligado ao Centro Brasileiro de Estudos de Negócios Internacionais & Diplomacia Corporativa (CBENI) da ESPM-SP. Foi criado considerando a necessidade de estimular a comunidade acadêmica brasileira e latino-americana a compreender melhor suas relações com os europeus, buscando compreender e aprofundar a Parceria Estratégica Brasil – União Europeia.

Deixe uma resposta