Ásia

Crônica da morte anunciada (II)… ou a iminência da tragédia afegã
Afeganistão, Ásia

Crônica da morte anunciada (II)… ou a iminência da tragédia afegã

Na edição de 13/7/2021 o Estadão replica matéria do “The Economist” cujo título - “ Missão dos EUA no Afeganistão foi um fiasco” - é tragicamente autoexplicativo. Recorrendo à memória histórica, este roteiro parece um “déjà vu”: o mesmo aconteceu no Vietnã, no Iraque, na Líbia, na Síria; e tal como aconteceu com estes países, o ciclo da presença americana/ocidental no Afeganistão se encerra da mesma forma de sempre: um fiasco, como o “The Economist” qualifica. O Taleban já se prepara para ocupar o espaço deixado pelas tropas ocidentais e, segundo a grande maioria dos analistas, dentro muito em breve voltará a assumir o poder absoluto em Cabul e imporá novamente uma governança islâmica ultraconservadora, com base no estrito código legal muçulmano – a Sharia -, a exemplo do que ocor...
Uma crônica a respeito de um velho senhor: o centenário do Partido Comunista Chinês
Ásia, China

Uma crônica a respeito de um velho senhor: o centenário do Partido Comunista Chinês

Hoje, 01 de julho, o Partido Comunista da China celebra seu centenário. Nesta data, em 1º de julho de 1921 o PCC era criado pelo líder revolucionário e fundador da República Popular, Mao Zedong. Na verdade o dia da celebração deveria ser 23/07, data efetiva da reunião de 13 pessoas numa casa da concessão francesa em Xangai, onde, inspirados pela revolução bolchevique soviética e com a ajuda do Gabinete do Extremo Oriente do Partido Comunista da União Soviética e do Secretariado do Extremo Oriente da Internacional Comunista, revolucionários chineses encontraram abrigo para lançar na clandestinidade o projeto de um regime que mudaria radicalmente a história da China. Atualmente, com cerca de 91,914 milhões de membros, segundo o senso de 2020, número relativamente modesto a se levar e...
Crônica da morte anunciada… ou a tragédia afegã
Afeganistão, Américas, Ásia, Estados Unidos

Crônica da morte anunciada… ou a tragédia afegã

Presidente do Afeganistão Ashraf Ghani em 2019 (REUTERS NO RESALES. NO ARCHIVE - RC142B0FF7F0) Ontem, 25/06, o Presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani, acompanhado do seu Primeiro-Ministro e Presidente do Alto Conselho para a Reconciliação Nacional – e antagonista político – Abdullah Abdullah, encontraram-se na Casa Branca, com o Presidente Joe Biden para estabelecer um roteiro para o país após a partida das tropas americanas, fixadas para o dia 11 de setembro, data fatídica da tragédia do “World Trade Center”, aliás. Diante da convulsão político-social que se prenuncia com a partida do contingente americano, a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, reafirmou o compromisso dos EUA com a governabilidade do país. Em comunicado, ela afirmou que “os Estados Unidos estão comprometidos em a...
Relação União Europeia e China
Ásia, China, Europa, Organizações Internacionais, União Europeia

Relação União Europeia e China

A União Europeia é uma das principais parceiras econômicas da República Popular da China, e vice-versa. Levando em consideração a sua meta de evoluir para uma economia sustentável, a China precisa subir na cadeia de valor e incentivar seu mercado interno, logo, necessita de todo apoio que lhe for possível. O bloco europeu é um parceiro fundamental para a China, tanto no âmbito das importações e exportações, quanto em matéria de investimento, já que é destino e fonte de investimento direto estrangeiro, uma vez que a China busca um ambiente estável e juridicamente seguro. Além disso, discutem e cooperam a respeito de política externa, segurança, prosperidade, desenvolvimento sustentável e intercâmbio de pessoas.  Em primeiro lugar, a UE e a China organizam, anualmente, um diálog...
Os BRICS e a vacina da Covid-19, mais uma chance perdida
Américas, Ásia, Brasil, BRICS, China, Europa, Índia, Organizações Internacionais, Rússia

Os BRICS e a vacina da Covid-19, mais uma chance perdida

REUTERS FILE PHOTO A vacinação para o Covid-19 está avançando e o mundo começa a respirar aliviado, mas ele esconde uma realidade muito mais dura e desigual no mundo em que vivemos. O acesso às vacinas, bem como sua produção, é resultado de relações de poder que só reforçam a desigualdade que existe entre os países. Assim que ficou claro o tamanho do problema com o Covid-19, os países mais ricos iniciaram seus esforços para produção de vacinas e para a compra ou bloqueio antecipado das vacinas a serem produzidas. Para se ter uma ideia, até o final de 2020 esses países já haviam garantido 3,8 bilhões de doses. A quantidade comprada por países como Estados Unidos e países europeus superavam largamente a sua população. Só os EUA, por exemplo, compraram vacinas que superavam 5 doses por...
O Império Contra Ataca: G7, EUA, RPC, etc
Américas, Ásia, China, Estados Unidos, Organizações Internacionais, União Europeia

O Império Contra Ataca: G7, EUA, RPC, etc

No segundo episódio do megassucesso de George Lukas, a “Guerra das Estrelas”, sob a liderança do vilão Darth Vader, o Império procura incansavelmente destruir através da galáxia o grupo dos amigos de Luke. — Han Solo, a Princesa Leia, entre outros. Luke fora treinado pelo Mestre Yoda a usar a Força. Quando finalmente Vader captura seus amigos, Luke precisa decidir se vai completar seu treinamento e se tornar um Cavaleiro Jedi ou confrontar Vader e salvá-los. Tem início o duelo final, e frente a Luke ferido, Vader diz que ambos podem se unir e governar a Galáxia. Luke se recusa a se juntar ao assassino de seu pai, mas Vader revela que ele é, na realidade, Anakin Skywalker, o seu pai. Luke se recusa a acreditar e, sem esperanças, se joga no abismo. Na queda, ele se segura em uma pequena...
Genocídio armênio é reconhecido pelos Estados Unidos
Armênia, Ásia

Genocídio armênio é reconhecido pelos Estados Unidos

Membros da diáspora armênia em frente da embaixada turca nos EUA. 24/4/2021. (REUTERS) Recentemente, o atual presidente dos EUA, Joe Biden, reconheceu o genocídio armênio, o que desencadeou alguns desentendimentos entre o presidente norte-americano e o turco. Afinal, ambos países são membros da OTAN (Tratado do Atlântico do Norte), isto é, têm uma relação no que diz respeito a questão militar e, o reconhecimento não foi visto com bons olhos pela Turquia, chegando a ser taxada como ato capaz de “ferir” e “danificar” as relações no que tange a organização militar. Outro fator que corroborou para o clima ter ficado um pouco mais quente foi o conflito ocorrido nos meses de setembro e outubro de 2020 entre a Armênia e o Azerbaijão, na região de Nagorno-Karabakh, onde a Turquia apoiou o g...
O fim (?) da Guerra do Afeganistão II
Afeganistão, Ásia, Organizações Internacionais, OTAN

O fim (?) da Guerra do Afeganistão II

Soldados do Hospital Naval dos EUA e US Mariners no Afeganistão (Foto Reuters) Polemizando... Eu comentei no artigo Fim (?) da Guerra no Afeganistão, no dia 14/04, a decisão do Presidente americano Joe Biden de que as tropas americanas abandonem definitivamente o Afeganistão. Segundo o anúncio da Casa Branca, os últimos contingentes, de 2,5 mil soldados, deixarão o país até o dia 11 de setembro, data simbólica, aliás, quando se celebram os vinte anos da invasão ordenada por George W. Bush. Esta decisão repercute as intensas e por vezes dramáticas negociações que tiveram lugar em Doha, no Qatar, entre autoridades americanas e representantes dos talibãs, testemunhadas por representantes de alguns países da região, mas sem a presença de enviados do governo de Cabul, que culminaram n...
Clash of Civilizations: os EUA, a RPC, a campanha “Stop Asian hate” e o tal do Jacaré…
Américas, Ásia, China, Estados Unidos

Clash of Civilizations: os EUA, a RPC, a campanha “Stop Asian hate” e o tal do Jacaré…

Protestantes na manifestação nacional Stop Asian Hate, em 27/03/2021 (Foto de Axel Koester) No último dia 17/03, um homem branco entrou em uma área de casas de massagem em Atlanta, nos Estados Unidos, e matou oito pessoas, seis delas mulheres descendentes de chineses e coreanos. No Reino Unido, no começo de março, um professor chinês de 37 anos foi espancado por quatro homens brancos que o xingaram de "vírus chinês". O aumento do preconceito e do ódio contra a comunidade asiática pode ser atribuído à disseminação de “fake news” que circulam desde o começo da pandemia, atribuindo aos asiáticos a proliferação do vírus, identificando-os como os únicos responsáveis pela doença, que, como sabemos, originou em Wuhan, na China. Para combater o espraiamento do preconceito nos EUA, um grupo ...
A saga do Japão moderno: a Missão Iwakura
Ásia, Japão

A saga do Japão moderno: a Missão Iwakura

Rota da Missão Iwakura Qualquer reflexão a respeito da emergência da Ásia como (o) grande eixo da globalização neste início de século e do papel que o Continente está desempenhando no plano geoeconômico/geopolítico, tem que recapitular, a meu ver, o que ocorreu com o Japão do final do século XIX. Cabe lembrar que o país se manteve praticamente fechado para o mundo por mais de duzentos anos, por imposição dos xoguns Tokugawa, que temiam que a cristianização “insidiosa” da população pelos missionários católicos - jesuítas portugueses, principalmente - viesse solapar os esteios e a alma da nação. Este capítulo pungente da história do Japão, chamado Sakoku - 鎖国 - "país fechado"- está magistralmente registrado no livro “O Silêncio”, do escritor japonês Shusaku Endo, católico ele mesmo, a...