ISSN 2674-8053

Europa

O conflito entre Rússia e Ucrânia impactando setores no mundo todo
Europa, Rússia, Ucrânia

O conflito entre Rússia e Ucrânia impactando setores no mundo todo

Por Marina Ariboni e Nicole Bonafé Com o atual mundo globalizado, os conflitos armados entre Estados podem trazer repercussões econômicas diretas em outros países, mesmo esses não possuindo relações políticas, econômicas ou comerciais algumas com os demais em conflito. Sob esse viés, observa-se a atual guerra entre a Rússia e a Ucrânia, em uma perspectiva de que esses países, principalmente a Rússia, são importantes agentes dentro do mercado internacional, com expressivos fluxos de exportação e importação. No caso do Brasil, por exemplo, a parceria é bem intensa, pois a Rússia é o sexto país de quem o Brasil mais compra produtos, sendo os mais comuns, trigo, milho e fertilizantes, que representava em 2021, US $5,7 bilhões em importações (segundo Ministério da Indústria, Comércio Ex...
O que acontecerá caso a venda de energia nuclear francesa para a Europa seja interrompida?
Europa, França, Itália, Reino Unido

O que acontecerá caso a venda de energia nuclear francesa para a Europa seja interrompida?

Electricite de France - Usina Dampierre-en-Burly, França. Foto Reuters Por Bárbara Daguer e Gabriela Delgado A França é responsável pela segunda maior produção de energia nuclear do mundo, ficando apenas atrás dos Estados Unidos (FIEP, 2011). Explicando de maneira simples, energia é originada do núcleo dos átomos, sendo as menores partículas de qualquer matéria. Dependendo do elemento utilizado, a formação ou destruição de uma partícula libera enormes quantidades de energia. Aproximadamente 70% da base energética deste país localizado na Europa Ocidental é originada pela energia atômica (DW, 2022). Apesar de ser considerada uma energia extremamente limpa, por não liberar CO2 e nenhum lixo tóxico, alguns países europeus estão optando por abandonar a energia nuclear, devido às prob...
A posse do rei Charles III na monarquia britânica e seus impactos
Europa, Reino Unido

A posse do rei Charles III na monarquia britânica e seus impactos

Julian Simmonds/AFP  Por Lais Pieruccetti  e Vitória Dotto No dia 10 de setembro de 2022, Charles III, aos 73 anos, foi oficialmente proclamado o novo monarca do Reino Unido, abrindo uma nova era na história de um país que se despede da rainha Elizabeth II, sua mãe, guia e símbolo de estabilidade por sete décadas. A rainha se consolidou como uma chefe de Estado bastante ativa e participativa nos assuntos públicos, e o atual monarca declarou estar profundamente consciente da grande herança, dos deveres e pesadas responsabilidades da soberania, que agora o são transmitidos. Fundamentalmente, é necessário ressaltar os desafios dessa transição na monarquia britânica. Nenhum soberano inglês demorou tanto tempo para assumir o trono, e o rei Charles III, ainda precisa enfrenta...
A influência da Guerra da Ucrânia nos países balcânicos
Europa, Rússia, Sérvia, Ucrânia

A influência da Guerra da Ucrânia nos países balcânicos

Por Karen Laura e Luísa Ambrósio Desde os primeiros momentos conflitantes entre Rússia e Ucrânia, já era de senso comum que uma possível guerra causaria um tremor na ordem geopolítica contemporânea. Com o estourar da conflagração foi possível notar os impactos que começaram a surgir nas dimensões econômicas, políticas e sociais de todo o mundo, em especial nos países Balcãs. As consequências são muitas, mas existe um ponto específico que impacta diretamente os rumos do conflito: a questão energética. Os países europeus estão entre os maiores importadores de combustíveis fósseis russos, fundamental para a geração de eletricidade e funcionamento das fábricas, principalmente durante o inverno severo que os países enfrentam. Isto posto, com o decorrer da guerra, os Estados se depara...
Eleições da Suécia em 2022 e a vitória surpreendente da ultradireita
Europa, Suécia

Eleições da Suécia em 2022 e a vitória surpreendente da ultradireita

Ulf Kristersson Por Ana Luísa Munhoz Mastromauro e Maíra Figueredo Gomes Atualmente a Suécia está vivendo um período de diversas mudanças: o abandono de aproximadamente três décadas de neutralidade ao escolher iniciar o processo de adesão à OTAN; a preparação para presidir a União Europeia a partir de janeiro do ano que vem; e, pela primeira vez, é palco de um embate histórico entre o partido de esquerda e da extrema direita nas eleições para o cargo de primeiro-ministro - com a vitória inesperada e sem precedentes da extrema direita. Nunca foi visto uma mulher ocupando o cargo de primeira-ministra da Suécia como atualmente, entretanto, Magdalena Andersson, reconheceu sua derrota no dia 14 de setembro, antes dos resultados oficiais, afirmando que “era importante que a Suécia tenh...
Rússia-Ucrânia: o efeito spill over do armamento
Américas, Estados Unidos, Europa, Organizações Internacionais, OTAN, Rússia, Ucrânia

Rússia-Ucrânia: o efeito spill over do armamento

Foto de Valentyn Onyshchenko A guerra entre Rússia e Ucrânia continua com passos lentos e sentido incerto. Recentemente Putin declarou que pode lançar mão das opções que tem em mãos, o que levantou o medo da utilização de armas atômicas. Ainda que não saibamos qual será o desfecho dessa possibilidade existe um outro problema que já se mostra real e que não tem sido discutido: qual a utilização atual e futura da enorme quantidade de armas disponibilizadas nessa guerra? Em qualquer esforço de guerra, por mais que haja a tentativa de controle sobre os recursos, a verdade é que é difícil realmente saber o que está acontecendo. Para que tenhamos uma ideia do que estamos falando, o Ocidente já superou o gasto de US$ 10 bilhões em apoio militar para a Ucrânia. São gastos dos mais variados,...
Fluxo de refugiados ucranianos
Europa, Ucrânia

Fluxo de refugiados ucranianos

Louisa Gouliamaki/AFP via Getty Images Por Maria Cerdeira e Isabela Suzuki A invasão da Rússia à Ucrânia iniciada em 24 de fevereiro de 2022 representou um divisor de águas na história das relações internacionais do século XXI e impactou globalmente os diferentes níveis setoriais e a variedade de atores dos Estados ex-soviéticos à União Europeia e aos Estados Unidos. Segundo a ONU, o número de refugiados ultrapassou a marca de 6 milhões, sendo o pior caso de refugiados desde o fim da Segunda Guerra Mundial. Após quase um quarto da população civil total do país ser sujeitada a bombardeamentos e violência, a maioria dos desabrigados cruzam para a União Europeia através de pontos de fronteira em países como Polônia, Eslováquia, Moldávia, Hungria e Romênia. Os cenários esboçados apon...
Guerra na Ucr̢nia РSeguran̤a militar
Europa, Ucrânia

Guerra na Ucr̢nia РSeguran̤a militar

Por: Karen Andersson e Laura Rossi Com a invasão da Rússia ao território ucraniano no início do ano de 2022, destacou-se uma intensa disparidade em função de capacidade e tecnologias militares, onde os russos demonstraram uma grande vantagem em relação aos seus oponentes. No entanto, essa assimetria se dá muito mais pelo enorme investimento russo na área do que por um despreparo por parte dos ucranianos. Devido ao choque da invasão à Crimeia em 2014, a Ucrânia passou por uma reforma militar nos anos seguintes, destinando muito mais fundos e atenção ao seu desenvolvimento bélico a partir de então. Segundo dados da organização Carnegie Endowment for International Peace, houve um aumento no tamanho das forças ativas ucranianas de de 184 mil oficiais, em 2015, para 250 mil, em 2016. ...
Segurança energética na Europa
Europa, Organizações Internacionais, Rússia, Ucrânia, União Europeia

Segurança energética na Europa

Mapa de pipelines de energia transfronteirisso. Por: Pedro Gerhardt & Victor Manzoni A União Europeia nos últimos anos se tornou um dos líderes globais quando se trata de segurança energética e também em relação às altas taxas de integração de energias renováveis de origem solar e eólica.  A União ainda conta com uma infraestrutura energética muito bem desenvolvida, mercado com extrema competição, ademais sendo a única região onde o consumo de energia está caindo, sendo um sinal da eficiência energética da UE. As novas fontes energéticas dependem principalmente de recursos de fontes renováveis e também precisará contar com a pluralidade dos países europeus para fortalecer seus planos. Sobre esse aspecto, cada região tem seus pontos de forças e vantagens contribuindo cad...
O preço dos alimentos, para além da guerra entre Rússia e Ucrânia
Europa, Rússia, Ucrânia

O preço dos alimentos, para além da guerra entre Rússia e Ucrânia

O preço dos alimentos está cada vez mais alto, e isso não apenas no Brasil, mas no mundo como um todo. As razões para isso são diversas e levam à necessidade de repensarmos a chamada “segurança alimentar”. A guerra entre Rússia e Ucrânia tem sido apontada como a grande culpada pelo aumento dos preços dos alimentos. Certamente ela tem um papel muito importante nisso, mas é apenas parte da história. No começo de 2020, com o avanço da pandemia do Covid-19 houve uma desestruturação das cadeias de suprimento internacionais, o que pressionou os custos. Na sequência os governos implementaram políticas fiscais e monetárias para diminuir as consequências da pandemia sobre suas populações, o que levou ao aumento dos preços de comodities, especialmente grãos e alimentos. Para se ter uma ideia...