ISSN 2674-8053

Europa

De comediante a herói de guerra: Como Zelensky se transformou em símbolo do Ocidente
Europa, Ucrânia

De comediante a herói de guerra: Como Zelensky se transformou em símbolo do Ocidente

Artigo elaborado por Isabela Paro e Maria Cerdeira Zelensky é o atual presidente da Ucrânia, porém, o que poucos sabem é que ele veio de uma carreira de comediante. Nascido em Kryvy Rih, Ucrânia, no dia 25 de janeiro de 1978, Volodimir Olexandrovich Zalesky, originário de família judia, teve uma trajetória muito intrigante até chegar em seu atual posto de presidente. De 1995 até os anos 2000, dedicou-se à faculdade de Direito na Universidade Nacional de Economia de Kiev, onde acabou se formando, mas acabou não prosseguindo dentro de sua área de formação. No entanto, durante sua graduação, Zelensky se envolveu e participou de teatro e grupos de comédia, onde nasceu a ambição e o desejo de atuar no mundo artístico. Zelensky apostou na carreira como ator e comediante na Ucrânia, on...
Crise Migratória na Europa em 2015 e a relação com os refugiados da guerra entre Rússia e Ucrânia em 2022
Europa, Rússia, Ucrânia

Crise Migratória na Europa em 2015 e a relação com os refugiados da guerra entre Rússia e Ucrânia em 2022

Artigo elaborado por Maíra Figueredo Gomes e Marina Wohlers Ariboni Desde o início da invasão russa à Ucrânia, que ocorreu no dia 24 de fevereiro de 2022, é estimado pelo ACNUR (Agência da ONU para Refugiados) que 3,5 milhões de pessoas migraram de seu país de origem para outros países da Europa. Dentre eles, mais de 2 milhões de pessoas teriam se deslocado para a Polônia, especificamente. A crise migratória decorrente da guerra está cada dia maior, e de acordo com a agência de migração da ONU, quase 6,5 milhões de pessoas foram deslocadas para outras regiões da Ucrânia. Ylva Johansson, chefe de migração da União Europeia afirmou que o bloco econômico está preparado de inúmeras formas para receber os refugiados, visto que aprenderam a lidar com esse assunto durante a crise migra...
Eleições presidenciais na França
Europa, França

Eleições presidenciais na França

Artigo elaborado por Giovana Migliari e Giovanna Varonez O primeiro turno da eleição presidencial da França ocorreu no dia 10 de abril de 2022, com cinco candidatos disputando o cargo presidencial do país, sendo eles: Emmanuel Macron, Marine Le Pen, Jean-Luc Mélenchon, Eric Zemmour e Valerie Precresse. Macron e Le Pen lideravam na pesquisa de intenção de votos do Ifop. Os dois candidatos favoritos se enfrentaram no segundo turno, que ocorreu dia 24 de abril. Emmanuel Macron estava concorrendo para se reeleger como presidente da França pela República em Marcha, partido fundado por ele mesmo. As pesquisas indicavam que Macron venceria a eleição, de acordo com a pesquisa realizada pelo Instituto Ifop, com pouco mais de 3% de diferença de Le Pen. Durante seu primeiro mandato, Mac...
Finlândia se prepara perante à ameaça de uma possível invasão russa
Europa, Finlândia, Rússia

Finlândia se prepara perante à ameaça de uma possível invasão russa

Artigo elaborado por Karen Andersson e Laura Rossi Os avanços da nação russa desde o dia 24 de fevereiro deste ano contra o território e povo ucraniano abalaram o planeta e principalmente os países próximos ao conflito. Desde o início da invasão, países vizinhos à Ucrânia como Polônia, Eslováquia e Romênia têm recebido um fortíssimo fluxo de refugiados e prestado ajuda humanitária. No entanto, é mais ao norte entre os países escandinavos onde vêm se consolidando ainda mais intensas preocupações a respeito das intenções futuras de Vladimir Putin após o mesmo ter feito inúmeras ameaças à Suécia e Finlândia e ter se mostrado intransigente perante às exigências das grandes potências e organizações internacionais. Os países nórdicos temem que possa vir a acontecer com eles o mesmo que v...
Investimento no poder de defesa alemão
Alemanha, Europa

Investimento no poder de defesa alemão

Artigo elaborado por Pedro Gerhardt Corrêa e Victor Calastri Manzoni Após o ataque russo à Ucrânia, a Alemanha decidiu aumentar drasticamente seu orçamento de defesa e direcionar ao Bundeswehr (exército alemão) mais 100 bilhões de euros, triplicando o orçamento atual e quebrando uma tradição histórica que data desde o fim da Segunda Guerra Mundial, quando foi imposto à Alemanha ao término da guerra que teriam que reduzir o tamanho e a força de seu exército. Em um discurso no Bundestag, parlamento da Alemanha, o primeiro-ministro, Olaf Scholz, afirmou que, para garantir a liberdade e a proteção de seu país, era necessário investir na segurança do mesmo, afirmando também que não existe outra resposta à invasão do Presidente Putin à Ucrânia. Dessa forma, a Alemanha alcançará a meta...
As eleições na França e os muçulmanos
Europa, França

As eleições na França e os muçulmanos

Tenho por princípio ater-me somente aos temas referentes à Ásia, que é a “minha praia”. Mas não pude resistir a “meter o meu bedelho” nas eleições presidenciais na França. Explico-me: morei em Paris durante quase seis anos, entre 1969 e 1975. Ali concluí a minha formação universitária, preparando-me para o concurso do Instituto Rio Branco. Cheguei em março de 1969, quando os paralelepípedos que calçavam o Boulevard Saint Michel, que os estudantes de Maio de 68 haviam arrancado para enfrentar as tropas policiais, ainda estavam jogados pelas calçadas. Paris vivia a “ressaca” libertária, imersa numa grande ebulição política. A juventude francesa afrontava cartesianamente, com seus agregados estrangeiros, o conservadorismo de seus pais e mestres; porém, “à la française”, num formato ”g...
As sanções na guerra Rússia-Ucrânia: por que o Brasil precisa assumir sua função no mundo?
Américas, Brasil, Europa, Rússia, Ucrânia

As sanções na guerra Rússia-Ucrânia: por que o Brasil precisa assumir sua função no mundo?

A guerra entre a Rússia e a Ucrânia tem apresentado uma duração muito superior ao que os analistas previam pouco logo em seu início. Naquele momento havia o entendimento de que seria uma guerra rápida, de forma que o foco ficou mais sobre suas consequências imediatas posteriores. O que se vê atualmente é uma guerra sem fim claro, tanto em termos de prazo quanto de consequências. Neste cenário começam a se desenhar as consequências mais profundas do conflito sobre o restante do mundo. Dentre as várias consequências longas dessa guerra está o impacto sobre a produção agrícola mundial, o que afeta particularmente o Brasil. Além da inflação que se intensificou no país por conta do aumento do preço do petróleo e o impacto em cascata que gera em nossa economia, outra coisa tem acendido a...
A falência do sistema internacional de segurança e o conflito Rússia-Ucrânia
Europa, Organizações Internacionais, OTAN, Pacto de Varsóvia, Rússia, Ucrânia

A falência do sistema internacional de segurança e o conflito Rússia-Ucrânia

Hoje, dia 24 de março de 2022 faz um mês que se iniciou o conflito entre Rússia e Ucrânia. Ainda com um final incerto – tanto em termos do conflito em si, quanto das consequências futuras – o que se pode perceber é que o sistema internacional não está sabendo lidar com essa questão. Ambos os lados apresentam bons argumentos para defender seus casos. A Rússia se mostra preocupada com o avanço da OTAN pressionando seu espaço, a Ucrânia defende sua independência e o direito a se filiar ao que quiser, inclusive à OTAN e à União Europeia. Ambos os argumentos são válidos, mas dificilmente se conversam, até porque estão fundamentados em diferentes bases. O pensamento russo está na geopolítica, o ucraniano no direito. O problema, aqui, é que historicamente geopolítica e direito estiveram e...
Consumo Sustentável
Dinamarca, Europa, Organizações Internacionais, Suécia, União Europeia

Consumo Sustentável

Artigo elaborado por Karen Andersson e Laura Rossi O consumo sustentável pode ser definido como as ações direcionadas às práticas de consumo ecologicamente responsáveis, e carrega consigo alternativas para que não se gerem impactos negativos ao meio ambiente, seja através da geração de resíduos ou devido a emissão de gases poluentes durante todo o ciclo de vida de um produto, desde o processo de produção até o consumo. Deve-se pensar no consumo sustentável a partir das necessidades mais básicas do ser humano, como se alimentar, beber água limpa e se vestir, levando em conta que até essas práticas ainda maximizam o uso dos recursos naturais e materiais tóxicos, que são nocivos tanto à natureza e ao planeta, quanto à nossa própria saúde. Sendo assim, o consumo sustentável visa a util...
O tal do poder (IV): A democracia, a Rússia, a Ucrânia e a “China de que lado está?”
Ásia, China, Europa, Rússia, Ucrânia

O tal do poder (IV): A democracia, a Rússia, a Ucrânia e a “China de que lado está?”

Presidentes da China (Xi Jinping) e Rússia (Putin) Escolhi o título desta postagem replicando o do artigo de Thomas Friedman, colunista do The New York Times, que o Estadão publicou no dia 08/03. Nele, Friedman assinala que “... a cada dia que passa, a guerra na Ucrânia se torna não apenas uma tragédia cada vez maior para o povo ucraniano, mas também uma ameaça maior para o futuro da Europa e do mundo como um todo. Existe apenas um país que pode ser capaz de impedir a guerra agora – e não são os Estados Unidos”...Continuando, ele pondera que “...se a China anunciasse que, em vez permanecer neutra, está se juntando ao boicote econômico à Rússia – ou até mesmo apenas condenando com firmeza sua invasão não provocada contra a Ucrânia e exigindo que os russos se retirassem do país – isso po...