ISSN 2674-8053

Etiqueta: China

Ampliação do conselho de segurança e a posição brasileira: um jogo de interesses globais
Am√©ricas, √Āsia, Brasil, China, Estados Unidos, Europa, Fran√ßa, Reino Unido, R√ļssia, Temas Globais

Ampliação do conselho de segurança e a posição brasileira: um jogo de interesses globais

O Brasil, numa iniciativa diplom√°tica ousada, prop√īs recentemente altera√ß√Ķes significativas na estrutura do Conselho de Seguran√ßa da ONU, pleiteando o fim do poder de veto (pelo menos temporariamente) e a inclus√£o de onze novos membros permanentes. Este movimento reflete n√£o apenas uma busca por um reconhecimento maior do Brasil no cen√°rio internacional, mas tamb√©m uma tentativa de reformar uma estrutura que muitos veem como obsoleta e n√£o representativa da realidade geopol√≠tica atual. A proposi√ß√£o brasileira, segundo fontes como o portal UOL, sugere que a suspens√£o do poder de veto, uma prerrogativa dos cinco membros permanentes atuais (Estados Unidos, Reino Unido, Fran√ßa, China e R√ļssia), seja por um per√≠odo de 15 anos. O argumento √© que isso permitiria uma tomada de decis√Ķes mai...
Donald Trump e √Āsia: um fiasco?
China, Coréia do Sul, Japão

Donald Trump e √Āsia: um fiasco?

Donald Trump acaba de retornar de um p√©riplo de doze dias pela √Āsia, onde procurou alicer√ßar as alian√ßas com alguns l√≠deres de pa√≠ses asi√°ticos. Escolheu aqueles com os quais as agendas bilaterais tornaram-se mais complexas desde sua posse, come√ßando pelo Jap√£o, continuando pela Coreia do Sul e pela China. Para coroar, participou da Reuni√£o de C√ļpula do "Forum de Coopera√ß√£o Econ√īmica √Āsia-Pac√≠fico"/APEC, em Da Nang, no Vietn√£. (mais…)
Quem é Xi Jinping (II): a consagração
China

Quem é Xi Jinping (II): a consagração

O 19¬ļ Congresso do Partido Comunista encerrou-se ontem, formalizando o que at√© as pedras das ruas sabiam:Xi Jiping foi reeleito para mais um mandato de cinco anos √† frente do Partido Comunista Chin√™s e, por corol√°rio, do pa√≠s. (mais…)
Does China play fair?
China

Does China play fair?

Esta mat√©ria do "The Economist", de setembro passado, chama a aten√ß√£o uma vez mais para a "China de Xi Jinping", que j√° completou a transi√ß√£o de economia agr√≠cola para industrial, e agora parte para a p√≥s-industrial, e busca no universo da tecnologia de ponta o lugar que o "China Dream", o Professor Liu Mingfu, da National Defense University da RPC, lhe preconizou, e que Xi repete como "mantra": o de tornar-se a economia l√≠der do planeta. Relembro, a prop√≥sito, para os amigos, as palavras do seu formulador, que est√° na introdu√ß√£o do seu livro: "...but what does it mean for China to become the world¬īs leading nation? First, it means that China¬īs economy will lead the world. On that basis, it will make China the strongest country in the world. As China rises to the status of a great po...
Nós e os chineses
China

Nós e os chineses

Resgatei esta entrevista do s√≥cio do Banco Modal, Eduardo Centola, publicada no Estad√£o do dia 31/07, porque ela revela aspectos importantes do nosso atual relacionamento econ√īmico-comercial com a China. (mais…)
Os chineses v√™m a√≠…
China

Os chineses v√™m a√≠…

A visita presidencial √† China, que acaba de acontecer, trouxe promessas de vultosos investimentos dos chineses no Brasil. Como demonstra√ß√£o do apre√ßo deles pelo nosso pa√≠s, o presidente Temer foi acolhido em uma "visita de Estado", que √© a maior honraria que Pequim concede a uma autoridade estrangeira visitante. (mais…)