O Vietnã e o novo coronavírus

O Vietnã apresentava diversos fatores que poderiam levar o coronavírus a uma crise de saúde pública, a começar pela extensa fronteira com a China, primeiro epicentro da pandemia, uma alta densidade populacional com baixa renda per capita e um sistema saúde precário. Entretanto, o país chamou a atenção da mídia internacional pela maestria que vem controlando o número de casos e principalmente, o número de mortos pela doença.

Os primeiros casos no país ocorreram no final de janeiro, vindos dos países vizinhos. Logo, o governo interrompeu os voos vindos da China, Hong Kong e Taiwan e pouco tempo depois fechou todas as fronteiras. A medida rápida e precisa foi essencial para o sucesso do controle contra o vírus. O sistema de saúde frágil não permitiria que fossem comprados um grande número de testes, como a estratégia aplicada na Coréia do Sul, e a falta de leitos: 900 para uma população de 8 milhões. Diagnósticos em cidades como Ho Chi Minh, já demonstravam que um surto do vírus seria completamente trágico no país.

Assim, a solução foi realizar de um lockdown rigoroso, quando apenas 10 casos de covid-19 tinham sido notificados em todo o território, o que evitou o contágio comunitário, além do mapeamento de todas as pessoas que tiveram contato com os infectados, além da priorização da comunicação aberta e transparente com a população, ato que surpreendeu a comunidade internacional pelo contraponto com o autoritarismo político. Outro fator crucial foi o nacionalismo vietnamita restaurado pela retórica da guerra do Vietnã, que incluiu toda a população em uma luta comum: a guerra contra o vírus. O próprio Primeiro-Ministro Nguyễn Xuân Phúc afirmou que “every business, every citizen, every residential area must be a fortress to prevent the epidemic.” criando um ideal comum para toda a comunidade, incluindo a responsabilidade da população na frente a esse “combate”.

Desta forma, o governo vietnamita conseguiu controlar o número de casos, constando em 01 de junho de 2020, data dessa publicação, apenas 328 casos confirmados, destes 279 recuperados e a marca de zero mortes no país pelo vírus. Em contrapartida, são mais de 5 milhões de casos no mundo e aproximadamente 400 mil mortes.

Referências:

BBC . Como o Vietnã conseguiu vencer o coronavírus, apesar do sistema de saúde precário. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/internacional-52584143. Acesso em: 25 mai. 2020.

DW. How Vietnam is winning its war on coronavirus . Disponível em: https://www.dw.com/en/how-vietnam-is-winning-its-war-on-coronavirus/a-52929967. Acesso em: 25 mai. 2020.

DW. Coronavirus: Vietnam upbeat about economic recovery. Disponível em: https://www.dw.com/en/coronavirus-vietnam-upbeat-about-economic-recovery/a-53531222. Acesso em: 25 mai. 2020.

VIETNAM BRIEFING. Vietnam Business Operations and the Coronavirus: Updates. Disponível em: https://www.vietnam-briefing.com/news/vietnam-business-operations-and-the-coronavirus-updates.html/. Acesso em: 25 mai. 2020.

+ posts

Anne Marie Gattini Nassif é estudante de Relações Internacionais na Escola Superior de Propaganda e Marketing/ESPM. Tem interesse no aprendizado de outras culturas, principalmente pelo estudo de diferentes idiomas. É atendente voluntária no Centro de Referência e Atendimento ao Imigrante (CRAI), em São Paulo, e Analista Júnior no Núcleo de Estudos e Negócios Asiáticos/NENA, da ESPM.