ISSN 2674-8053

‘Ndrangheta: muito além do crime

A máfia como um todo, surgiu no sul da Itália no período medieval. No entanto, algo similar, ainda é visível hodiernamente: a atividade dessas organizações criminosas sendo um dos grandes problemas de segurança e ordem pública enfrentados pelos Estados nacionais. Uma tentativa importante de combate a esse tipo de crime na região, foi a Operação Mãos Limpas (Mani pulite) em 1992, teve êxito, mas não definitivamente, sendo que instâncias jurídicas e penais foram transmutadas e aparelhadas de forma mais severa para assim combaterem o sistema mafioso, permitindo que a justiça italiana detivesse, julgasse e condenasse centenas de membros de organizações criminosas. Mesmo com a dura reação de seus chefes, a máfia se desgastou muito neste processo e viu-se desprovida de seu antigo prestígio.

Nesse sentido, houve outro ocorrido, em maio de 2021, visando conter o desenvolvimento e domínio ainda maior do clã ‘Ndrangheta, institucionalizando um plano de ação coordenado pela Europol para atuar na prisão de seus membros, chamando a atenção não apenas das autoridades italianas, mas também das europeias e internacionais. Pelo menos 33 pessoas foram detidas com suposta ligação com a máfia em diferentes países europeus como a Itália, Alemanha, Holanda, Portugal e Espanha, com a atuação de quase 800 policiais e fiscais, que em nota publicada, a Europol identificou o envolvimento de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. Está sendo instaurado um dos maiores processos judiciais, denominado de “Rinascita-Scott” que já reúne, com a captura recente, cerca de 325 réus acusados de envolvimento com o clã. Dezenas de outros membros suspeitos da ‘Ndrangheta, incluindo policiais e empresários, foram detidos em uma segunda onda de prisões em janeiro de 2021.

A máfia ‘Ndrangheta foi constituída na região de Calábria, na Itália. Atualmente, consolidou-se como a organização criminosa mais influente do país e da Europa, superando até mesmo a Cosa Nostra, graças às suas ramificações na América Latina, África e outros países para o tráfico de cocaína. A peculiaridade de sua estrutura organizacional chama atenção: os seus integrantes são membros de determinadas famílias italianas, carregando, portanto, uma relação sanguínea em comum. Segundo estimativas de investigadores italianos, cerca de 80% da cocaína consumida na Europa foi contrabandeada pela gangue. Seu modo de operação foi responsável por boa parte de sua concentração de poderio, dada a sua atuação em atividades ilícitas tais como tráfico de drogas e armas, prostituição, extorsão, lavagem de dinheiro, entre outros.

Portanto, torna-se nítida a atuação de grande escala e o crescimento dessas organizações, que possuem ligação até mesmo com a maior facção criminosa do Brasil, o PCC. Federico Cafiero de Raho, o procurador antimáfia italiano, manifestou-se alertando que a ‘Ndrangheta é um “grande perigo” e que seria necessária “uma intervenção de esfera global, e não apenas em nível europeu”, considerando a complexidade e o tamanho da operação desse conglomerado, que apresenta um sofisticado esquema de tráfico e lavagem de dinheiro.

Referências bibliográficas:  

SOMERVILLE, Hannah. Italy, German and Europol in fresh crackdown on ‘ndrangheta activities in Europe. Euronews, 5/5/2021. Disponível em:  https://www.euronews.com/2021/05/05/italy-germany-and-europol-in-fresh-crackdown-on-ndrangheta-activities-in-europe. Acesso em 12/5/2021.

Italy ‘ndrangheta group: biggest máfia trial in decades opens. BBC News, 13/1/2021. Disponível em: https://www.bbc.com/news/world-europe-55633091. Acesso em 14/5/2021.

VERDÚ, Daniel. Assim opera a máfia que não para durante a pandemia. El País Brasil, 19/4/2020. Disponível em: https://brasil.elpais.com/internacional/2020-04-19/assim-opera-a-mafia-que-nao-para-durante-a-pandemia.html. Acesso em 12/5/2021.

Mega julgamento da máfia calabresa arranca em Itália. Euronews, 13/1/2021. Disponível em: https://pt.euronews.com/2021/01/13/mega-julgamento-da-mafia-calabresa-arranca-em-italia. Acesso em 13/5/2021.

Autora: Gabriela Lombardi

+ posts

O Núcleo de Estudos e Negócios Europeus (NENE) está ligado ao Centro Brasileiro de Estudos de Negócios Internacionais & Diplomacia Corporativa (CBENI) da ESPM-SP. Foi criado considerando a necessidade de estimular a comunidade acadêmica brasileira e latino-americana a compreender melhor suas relações com os europeus, buscando compreender e aprofundar a Parceria Estratégica Brasil – União Europeia.