Itália

Confúcio e o Corona Vírus
China, Coréia do Sul, Espanha, Estados Unidos, Europa, Itália, Japão

Confúcio e o Corona Vírus

A man stands in a nearly empty street during the Chinese New Year holiday this week in Beijing, China. Getty Images Polemizando... Tempos bicudos os nossos, de controvérsias, “fake news”, antagonismos e, sobretudo, de muita incompreensão. Trancado em casa, li a matéria – “Uma guerra global” - que o cronista Lourival Sant´ Anna publicou no Estadão do dia 29/03 a respeito das divisões entre os países quanto às diferentes maneiras pelas quais eles estão enfrentando a tragédia. Ele fez a seguinte observação sobre como o leste da Ásia está conseguindo curvar a epidemia mais rapidamente que o Ocidente: “...não foi preciso obrigar a nada: o bom senso prevaleceu na população e seus líderes religiosos, que não resistiram a suspender suas atividades”... Por que isto está acontecendo? Es...
E la nave va (III) – Xi Jinping e a II Cúpula da Nova Rota da Seda
Ásia, Áustria, Chile, China, Egito, Grécia, Hungria, Itália, Myanmar, Peru, Portugal, Rússia

E la nave va (III) – Xi Jinping e a II Cúpula da Nova Rota da Seda

Encerrou-se ontem, em Pequim, a II Reunião de Cúpula da “Belt and Road Initiative” – a “Nova Rota da Seda” – o projeto mais ambicioso deste século, segundo muitos analistas, para o realinhamento da geoecomia/geopolítica do planeta. Conforme se recorda, lançado em 2013, por Xi Jiping, o seu objetivo é criar um cinturão econômico, tecnológico e cultural unindo a Ásia à Europa e à África, ampliando assim o traçado e o escopo da Rota da Seda original, que desenhada pelos chineses durante a dinastia Han (séc. II a.C/ II d.C), foi o grande corredor pelo qual as mercadorias do Oriente chegavam até a Europa. Esta rota, que perdurou até a tomada de Constantinopla pelos turcos em 1453, foi, como sabemos, o maior elo comercial e civilizacional da História. A primeira reunião de cúpula da “Road...
La nave va (II)… ou a visita de Xi Jinping à Europa
China, Europa, França, Itália

La nave va (II)… ou a visita de Xi Jinping à Europa

Xi Jinping acaba de retornar à China após uma viagem de “sedução” à Itália e França na busca de convencer os dois governos a integrar o seu ambicioso projeto de unir a Ásia à Europa e à África na reconstituição da que foi a maior via de integração econômica e civilizacional da História da humanidade: a Rota da Seda. Conforme se sabe. a “Road and Belt Initiaitive” de sua inspiração, amparada pelos trilhões de dólares de reservas de que a RPC dispõe para concretizar o projeto, busca consolidar o sonho do mandatário chinês de, pela integração intercontinental, transformar a economia chinesa na mola motora da geoeconomia pós-industrial. Ela vai “in tandem” com o seu outro projeto, igualmente ambicioso, o plano “Made in China 2025”, que elegeu dez setores de ponta para elevar a Repúbli...