ISSN 2674-8053

Aquisição de caças Gripen suecos pela FAB e sua relevância para o Brasil

Artigo elaborado por Karen Andersson e Laura Rossi

Os aviões-caça F-39E Gripen, adquiridos pela Força Aérea Brasileira (FAB), desenvolvidos pela empresa sueca Saab, chegaram ao Brasil no último mês de abril (2022). As aeronaves foram transportadas através de um navio cargueiro holandês e recebidas no país com um evento de comemoração e integração das aeronaves à Aviação de Caça brasileira, contando com a presença do presidente Jair Bolsonaro. A compra desses novos caças tem como objetivo reequipar a frota aeronáutica do país e aumentar a capacidade operacional da FAB, já que os antigos caças norte-americanos F-5, antes utilizados pelo Brasil, são da década de 1980.

O processo de obtenção dos aviões perdura desde 2014, quando o governo brasileiro comprou a frota sueca por US $4,05 bilhões. Em setembro de 2021, a FAB finalmente recebeu a primeira das 36 aeronaves. E agora, em 2022, os aviões já circulam pelo espaço aéreo brasileiro. A compra desses novos caças simboliza investimento na defesa do país e, somado a isso, também causará impacto nas áreas de desenvolvimento tecnológico e comércio exterior. Ademais, a aquisição também será responsável para geração de novos empregos, movimentando a economia domesticamente.

Na área de desenvolvimento tecnológico, pode-se destacar que alguns dos aviões serão construídos no Brasil. Como exemplo, o painel que equipará os aviões será produzido pela AEL Sistemas, empresa do Rio Grande do Sul, contando também com a participação de outras empresas nacionais. Algumas destas empresas envolvidas diretamente no projeto são Embraer, Atech, Atmos, Inbra e Mectron, onde a relação completa tem mais de 30 companhias. Nessa lista, está ainda a empresa de engenharia Akaer, na qual a Saab tem hoje uma fatia de 25%. A fabricante sueca, em parceria com a Akaer, investiu US $150 milhões em uma fábrica em São Bernardo do Campo (SP). No quesito de geração de novos empregos, segundo um estudo elaborado pela consultoria inglesa PwC (PricewaterhouseCoopers), as atividades ligadas ao programa do Gripen poderão gerar cerca de 2,2 mil empregos diretos no setor aeroespacial.

A cerimônia militar de apresentação e recebimento dos caças pela Força Aérea Brasileira, se deu no dia da Aviação de Caça, que marcou ainda a entrega da medalha de Mérito Operacional Brigadeiro Nero Moura. O recebimento oficial das aeronaves foi realizada pelo comandante da Aeronáutica, tenente-brigadeiro do ar Carlos de Almeida Baptista Junior, do prêmio de piloto mais eficiente aos que se destacaram nos esquadrões de caça.

Todo esse processo de aquisição representa muito mais do que apenas uma mera transação. Além de refletir a forte tendência por maior militarização pela qual o Brasil está passando, pressupõe também uma maior consolidação da relação brasileira com a nação sueca, já que os dois países são parceiros estratégicos desde 2009.  Levando em consideração o sucesso da compra dos caças Gripen, é muito provável que sejam estimuladas outras possíveis transações futuras, além de maior comunicação e relações diplomáticas com o país nórdico. Dessa forma, se trata de uma situação de cooperação mútua, onde a Suécia tem a possibilidade de expandir seu alcance comercial e presença internacional, ao mesmo tempo que o Brasil consegue fortalecer sua força aérea, movimentar sua economia e intensificar seus laços com um país extremamente desenvolvido.

Referências

PEDUZZI, Pedro. “Caças Gripen já voam pelo espaço aéreo brasileiro”. Agência Brasil, 2022. Disponível em:  https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2022-04/cacas-gripen-ja-voam-pelo-espaco-aereo-brasileiro?amp

VINHOLES, Thiago. “FAB recebe quatro primeiros caças F-39 Gripen da sueca Saab”. CNN, 2021. Disponível em: https://www.cnnbrasil.com.br/business/fab-recebe-quatro-primeiros-cacas-f-39-gripen-da-sueca-saab/

“Entenda por que o caça sueco Gripen é importante para o Brasil”. Scandinavian way, 2019. Disponível em: https://scandinavianway.com.br/entenda-por-que-o-caca-sueco-gripen-e-importante-para-o-brasil/

Aquisição de caças Gripen suecos pela FAB e sua relevância para o Brasil

Por Karen Andersson e Laura Rossi

Os aviões-caça F-39E Gripen, adquiridos pela Força Aérea Brasileira (FAB), desenvolvidos pela empresa sueca Saab, chegaram ao Brasil no último mês de abril (2022). As aeronaves foram transportadas através de um navio cargueiro holandês e recebidas no país com um evento de comemoração e integração das aeronaves à Aviação de Caça brasileira, contando com a presença do presidente Jair Bolsonaro. A compra desses novos caças tem como objetivo reequipar a frota aeronáutica do país e aumentar a capacidade operacional da FAB, já que os antigos caças norte-americanos F-5, antes utilizados pelo Brasil, são da década de 1980.

O processo de obtenção dos aviões perdura desde 2014, quando o governo brasileiro comprou a frota sueca por US $4,05 bilhões. Em setembro de 2021, a FAB finalmente recebeu a primeira das 36 aeronaves. E agora, em 2022, os aviões já circulam pelo espaço aéreo brasileiro. A compra desses novos caças simboliza investimento na defesa do país e, somado a isso, também causará impacto nas áreas de desenvolvimento tecnológico e comércio exterior. Ademais, a aquisição também será responsável para geração de novos empregos, movimentando a economia domesticamente.

Na área de desenvolvimento tecnológico, pode-se destacar que alguns dos aviões serão construídos no Brasil. Como exemplo, o painel que equipará os aviões será produzido pela AEL Sistemas, empresa do Rio Grande do Sul, contando também com a participação de outras empresas nacionais. Algumas destas empresas envolvidas diretamente no projeto são Embraer, Atech, Atmos, Inbra e Mectron, onde a relação completa tem mais de 30 companhias. Nessa lista, está ainda a empresa de engenharia Akaer, na qual a Saab tem hoje uma fatia de 25%. A fabricante sueca, em parceria com a Akaer, investiu US $150 milhões em uma fábrica em São Bernardo do Campo (SP). No quesito de geração de novos empregos, segundo um estudo elaborado pela consultoria inglesa PwC (PricewaterhouseCoopers), as atividades ligadas ao programa do Gripen poderão gerar cerca de 2,2 mil empregos diretos no setor aeroespacial.

A cerimônia militar de apresentação e recebimento dos caças pela Força Aérea Brasileira, se deu no dia da Aviação de Caça, que marcou ainda a entrega da medalha de Mérito Operacional Brigadeiro Nero Moura. O recebimento oficial das aeronaves foi realizada pelo comandante da Aeronáutica, tenente-brigadeiro do ar Carlos de Almeida Baptista Junior, do prêmio de piloto mais eficiente aos que se destacaram nos esquadrões de caça.

Todo esse processo de aquisição representa muito mais do que apenas uma mera transação. Além de refletir a forte tendência por maior militarização pela qual o Brasil está passando, pressupõe também uma maior consolidação da relação brasileira com a nação sueca, já que os dois países são parceiros estratégicos desde 2009.  Levando em consideração o sucesso da compra dos caças Gripen, é muito provável que sejam estimuladas outras possíveis transações futuras, além de maior comunicação e relações diplomáticas com o país nórdico. Dessa forma, se trata de uma situação de cooperação mútua, onde a Suécia tem a possibilidade de expandir seu alcance comercial e presença internacional, ao mesmo tempo que o Brasil consegue fortalecer sua força aérea, movimentar sua economia e intensificar seus laços com um país extremamente desenvolvido.

Referências

PEDUZZI, Pedro. “Caças Gripen já voam pelo espaço aéreo brasileiro”. Agência Brasil, 2022. Disponível em:  https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2022-04/cacas-gripen-ja-voam-pelo-espaco-aereo-brasileiro?amp

VINHOLES, Thiago. “FAB recebe quatro primeiros caças F-39 Gripen da sueca Saab”. CNN, 2021. Disponível em: https://www.cnnbrasil.com.br/business/fab-recebe-quatro-primeiros-cacas-f-39-gripen-da-sueca-saab/

“Entenda por que o caça sueco Gripen é importante para o Brasil”. Scandinavian way, 2019. Disponível em: https://scandinavianway.com.br/entenda-por-que-o-caca-sueco-gripen-e-importante-para-o-brasil/

Núcleo de Estudos e Negócios Europeus
O Núcleo de Estudos e Negócios Europeus (NENE) está ligado ao Centro Brasileiro de Estudos de Negócios Internacionais & Diplomacia Corporativa (CBENI) da ESPM-SP. Foi criado considerando a necessidade de estimular a comunidade acadêmica brasileira e latino-americana a compreender melhor suas relações com os europeus, buscando compreender e aprofundar a Parceria Estratégica Brasil – União Europeia.

Deixe uma resposta