ISSN 2674-8053

Eleições presidenciais na França

Artigo elaborado por Giovana Migliari e Giovanna Varonez

O primeiro turno da eleição presidencial da França ocorreu no dia 10 de abril de 2022, com cinco candidatos disputando o cargo presidencial do país, sendo eles: Emmanuel Macron, Marine Le Pen, Jean-Luc Mélenchon, Eric Zemmour e Valerie Precresse. Macron e Le Pen lideravam na pesquisa de intenção de votos do Ifop.

Os dois candidatos favoritos se enfrentaram no segundo turno, que ocorreu dia 24 de abril. Emmanuel Macron estava concorrendo para se reeleger como presidente da França pela República em Marcha, partido fundado por ele mesmo. As pesquisas indicavam que Macron venceria a eleição, de acordo com a pesquisa realizada pelo Instituto Ifop, com pouco mais de 3% de diferença de Le Pen.

Durante seu primeiro mandato, Macron enfrentou problemas com opositores, que diversas vezes fizeram protestos nas ruas contra alguma medida implementada por ele, como ocorreu com os “coletes amarelos” que protestaram contra o aumento do preço do diesel. No ano de 2022, todavia, Macron evitou discussões com opositores. As propostas para a reeleição são: aumentar a aposentadoria para 65 anos, realizar reformas no mercado de trabalho e no seguro-desemprego, relançar reatores nucleares e investir em energia eólica.  Em contrapartida, Le Pen foi parlamentar representa a extrema-direita francesa, concorrendo em um partido conhecido pelo posicionamento nacionalista e anti-imigração. Em 2017, Le Pen chegou a disputar a cadeira presidencial, perdendo para Macron no segundo turno por uma margem considerável.

Ao que diz respeito às suas propostas, embora trabalhasse na suavização do discurso de tópicos emblemáticos, como o euroceticismo (corrente baseada na desconfiança sobre a União Europeia), ela manteve posicionamento conservadores. Uma das suas principais propostas para 2022 era o controle da imigração na França, além de propor regras como a retirada de autorização de residência para estrangeiros que não tenham trabalhado ao menos um ano no país e prioridade em questões de moradia e emprego para nacionais. Erradicação da ideologia em todo território francês, redução de impostos, reforma da aposentadoria e relançamento do setor nuclear e metas que envolvem o custo de vida no país são outras das propostas feitas pela candidata.

Referências

CHRISPIM, D. “O que aproxima Marine Le Pen da vitória na França.” Disponível em: https://www.poder360.com.br/analise/o-que-aproxima-marine-le-pen-da-vitoria-na-franca/. Acesso em: 19 abr. 2022.

GUTIERREZ, Felipe. “França realiza eleição presidencial em uma semana; conheça os candidatos e provável cenário de segundo turno.” Disponível em: https://g1.globo.com/mundo/noticia/2022/04/03/franca-realiza-eleicao-presidencial-em-uma-semana-conheca-os-candidatos-e-provavel-cenario-de-segundo-turno.ghtml. Acesso em: 7 abr. 2022.

SOUZA, R. “Quem é Emmanuel Macron, presidente francês favorito à reeleição”. Disponível em: https://www.cnnbrasil.com.br/internacional/quem-e-emmanuel-macron-presidente-frances-favorito-a-reeleicao/. Acesso em: 7 abr. 2022.

SOUZA, R. “Quem é Marine Le Pen, segunda colocada na disputa pela presidência da França”. Disponível em: https://www.cnnbrasil.com.br/internacional/quem-e-marine-le-pen-segunda-colocada-na-disputa-pela-presidencia-da-franca/. Acesso em: 19 abr. 2022.

Núcleo de Estudos e Negócios Europeus
O Núcleo de Estudos e Negócios Europeus (NENE) está ligado ao Centro Brasileiro de Estudos de Negócios Internacionais & Diplomacia Corporativa (CBENI) da ESPM-SP. Foi criado considerando a necessidade de estimular a comunidade acadêmica brasileira e latino-americana a compreender melhor suas relações com os europeus, buscando compreender e aprofundar a Parceria Estratégica Brasil – União Europeia.

Deixe uma resposta