França

Memorial do Claustro
Ásia, Estados Unidos, Europa, França, Laos

Memorial do Claustro

A propósito de uma matéria do "Fantástico" sobre as bombas no Laos COPE - Laos. Foto de Fausto Godoy - Arquivo pessoal. O programa ”Fantástico” de hoje apresentou uma matéria pungente sobre a questão das minas que ainda não foram desativadas no Laos e que causam enormes danos físicos à população. Recapitulando a questão: O bombardeio dos EUA no Laos (1964-1973) foi parte de uma tentativa da “Central Intelligence Agency”/C.I.A. de erradicar o grupo “Pathet Lao”, aliado ao Vietnã do Norte e à União Soviética durante a Guerra do Vietnã (1955-1975). No contexto da Guerra Fria, o Laos, oficialmente neutro, tornou-se um dos principais campos de batalha entre os Estados Unidos e a China / União Soviética. Foto de Fausto Godoy - Arquivo pessoal. O empenho dos americanos em salv...
A parálise da OMC ou o fim da ordem econômica mundial que conhecemos
Américas, Arábia Saudita, Banco Mundial, Brasil, China, Estados Unidos, Estudos, Europa, FMI, França, GATT, OIC, OMC, Organizações Internacionais, Rússia

A parálise da OMC ou o fim da ordem econômica mundial que conhecemos

Prédio da OMC, em Genebra A recente e profunda crise da Organização Mundial do Comércio (OMC) é apenas o mais recente sinal do definhamento da ordem econômica mundial. Em artigo de opinião recentemente publicado pelo Washington Post, o professor em política internacional Daniel Drezner antevê o fim da ordem econômica liberal como a conhecemos.[i] De fato há indícios que a economia mundial entra em uma a nova (des)ordem econômica baseada no protecionismo. Não se trata somente do fim do liberalismo como arrazoado pelo Prof. Drezner, corremos também o risco de chegar ao fim do princípio da cooperação econômica. A ordem econômica mundial que conhecemos foi forjada a ferro e fogo ao término da segunda Guerra Mundial e expandida desde o fim da guerra fria. Colocada em marcha no ocidente a pa...
La nave va (II)… ou a visita de Xi Jinping à Europa
China, Europa, França, Itália

La nave va (II)… ou a visita de Xi Jinping à Europa

Xi Jinping acaba de retornar à China após uma viagem de “sedução” à Itália e França na busca de convencer os dois governos a integrar o seu ambicioso projeto de unir a Ásia à Europa e à África na reconstituição da que foi a maior via de integração econômica e civilizacional da História da humanidade: a Rota da Seda. Conforme se sabe. a “Road and Belt Initiaitive” de sua inspiração, amparada pelos trilhões de dólares de reservas de que a RPC dispõe para concretizar o projeto, busca consolidar o sonho do mandatário chinês de, pela integração intercontinental, transformar a economia chinesa na mola motora da geoeconomia pós-industrial. Ela vai “in tandem” com o seu outro projeto, igualmente ambicioso, o plano “Made in China 2025”, que elegeu dez setores de ponta para elevar a Repúbli...