Blog

Síria, a Esquina Mais Perigosa do Mundo

No último dia 10 de fevereiro um caça israelense foi abatido pelas defesas antiaéreas sírias quando atacava o aeródromo T-4. Essa operação israelense é a maior desde 1982, que além de violar a integridade e a soberania do Estado sírio, demonstra o tamanho do envolvimento dos israelenses nesse conflito. Muito além de ser uma “linha-auxiliar” da OTAN na região, Israel tem interesses particulares no conflito sírio. O apoio tácito que o Estado israelense tem dado, segundo afirmações do governo sírio, a grupos armados que combate ao governo de Damasco, demonstra a sua opção em questionar o apoio sírio e iraniano ao Hezbollah.