ISSN 2674-8053

Tensões entre França e Turquia dificultam a entrada dos turcos na União Europeia

Presidentes Tayyip Erdogan (Turquia) e Emmanuel Macron (França)

Em março de 2021, o atual presidente da França, Emmanuel Macron, alertou contra uma interferência turca nas eleições francesas de 2022 durante uma entrevista para o canal de televisão France 5. Na entrevista, afirmou que a Turquia disseminou políticas de mentiras do Estado através da mídia. Em 2018, Macron já havia fechado as portas da União Europeia para a entrada da Turquia pelos próximos anos, um processo que teve início há 57 anos, e propôs, como alternativa, uma parceria. O Chefe de Estado turco, Recep Tayyip Erdogan, lamentou a postura dos europeus ao bloquearem a entrada de seu país no bloco, sustentando não haver nenhum outro país na mesma posição da Turquia, de sofrer retaliações por uma possível interferência, entre outros motivos.

Após a entrevista foram feitas afirmações em nome do governo turco, que acabou por desaprovar as alegações do presidente francês, considerando-as “inaceitáveis e contrárias à amizade e aliança entre os países”, como foi expresso pelo porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Turquia, Haml Aksoy. Além disso, o chanceler turco destacou que o programa francês foi intencionalmente organizado antes da cúpula da União Europeia, e pediu a retirada das acusações francesas sobre a possível interferência turca nas eleições, afirmando que estas “alienam comunidades de origem estrangeira que vivem no país [França]”.

A tensão entre os dois países é intensificada quando se trata sobre a cultura e religião turcas, pois desde 2005 já era possível evidenciar a impopularidade da Turquia no país francês, já que os turcos não são percebidos como europeus. Recentemente, como consequência do conflito geopolítico entre eles, devido às questões na Síria e na Líbia, o presidente turco Erdogan, manifestou que sua esperança é que “a França se livre do problema com Macron o mais rápido possível”, apontando a crescente provocação de Paris contra o Islã e os muçulmanos. Por sua vez, a França argumenta que a Turquia foi responsável por atuações que não compactuam com as diretrizes europeias, como o armamento de forças para a Líbia e, em relação aos refugiados, utilizados pelos turcos como meio de pressão sobre a UE.

Em 2007, com o governo do ex-presidente francês Nicolas Sarkozy, a União Europeia se viu pressionada a recuar em relação às negociações com a Turquia, já que este via uma união monetária com os turcos como um avanço muito significativo para a entrada do país no bloco, diferentemente de seu antecessor. Por fim, o atual presidente da França Macron, esclareceu que enquanto o governo de Erdogan restringir os direitos humanos, as liberdades de expressão e de imprensa, o processo de entrada do país na UE não terá nenhum avanço, a curto ou a longo prazo, mesmo com a afirmação do porta-voz turco de que não possuem planos que envolvam a política interna francesa.

Bibliografia

DEUTSCHE WELLE. França bloqueia negociações para entrada da Turquia na UE. Disponível            em:

https://www.dw.com/pt-br/fran%C3%A7a-bloqueia-negocia%C3%A7%C3%B5es-par a-entrada-da-turquia-na-ue/a-2635420 . Acesso em: 10 abr. 2021.

ESTADÃO. França fecha a porta ao ingresso da Turquia na UE. Disponível em: https://internacional.estadao.com.br/noticias/geral,franca-fecha-a-porta-ao-ingresso- da-turquia-na-ue,70002140032 . Acesso em: 10 abr. 2021.

FOLHA DE SÃO PAULO. Cresce resistência à entrada turca na UE. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/fsp/mundo/ft0210200506.htm . Acesso em: 10 abr. 2021.

MONITOR DO ORIENTE. Macron adverte Turquia contra intromissão nas eleições da  França.            Disponível       em: https://www.monitordooriente.com/20210326-macron-adverte-turquia-contra-intromis sao-nas-eleicoes-da-franca/ . Acesso em: 10 abr. 2021.

MUNDO AO MINUTO. França pede à UE que discuta relação com a Turquia “sem tabus”.        Disponível            em: https://www.noticiasaominuto.com/mundo/1515789/franca-pede-a-ue-que-discuta-rel acao-com-a-turquia-sem-tabus . Acesso em: 10 abr. 2021.

SPUTNIK NEWS. Turquia rechaça acusações de Macron sobre interferência nas eleições        francesas.            Disponível       em: https://br.sputniknews.com/europa/2021032417197571-turquia-rechaca-acusacoes- de-macron-sobre-interferencia-nas-eleicoes-francesas/ . Acesso em: 10 abr. 2021.

TRT. A Turquia classifica os comentários de Macron como sendo ‘inaceitáveis’. Disponível       em:

https://www.trt.net.tr/portuguese/turquia/2021/03/25/a-turquia-classifica-os-comentari os-de-macron-como-sendo-inaceitaveis-1608321 . Acesso em: 10 abr. 2021.

Autoras: Luiza Minuci e Patrizia Setton, pesquisadoras do NENE/ESPM

+ posts

O Núcleo de Estudos e Negócios Europeus (NENE) está ligado ao Centro Brasileiro de Estudos de Negócios Internacionais & Diplomacia Corporativa (CBENI) da ESPM-SP. Foi criado considerando a necessidade de estimular a comunidade acadêmica brasileira e latino-americana a compreender melhor suas relações com os europeus, buscando compreender e aprofundar a Parceria Estratégica Brasil – União Europeia.