ISSN 2674-8053

Tropas ucranianas treinadas na Alemanha pelo exército dos EUA

Artigo elaborado por Pedro Gerhardt Corrêa e Victor Calastri Manzoni

Os militares estadunidenses começaram a treinar aproximadamente 100 soldados ucranianos em território alemão sobre sistemas de artilharias e radares. De acordo com o Pentágono, serão utilizados ​​para defender a Ucrânia contra a invasão russa. Este treinamento foi fundamental para a defesa robusta de sua capital Kiev e a luta que eles estão travando em Donbass. O treinamento ajudou a transformar a Ucrânia de um exército de estilo soviético para uma força mais ágil e mortal.

Uma grande parte desse treinamento sobre os novos sistemas de defesa, que está sendo realizado com as tropas ucranianas, será realizado pelos guardas da Flórida. Aproximadamente 50 ucranianos foram treinados usando um Obus, um armamento de longo alcance. Além disso, planejam ensinar os estagiários a usar sistemas de radar e veículos blindados. John Kirby, porta-voz do Pentágono, disse que o treinamento das forças ucranianas também está ocorrendo em outras partes da Europa, mas não divulgou os locais.

Esta preparação dos soldados ucranianos, tem como finalidade que os soldados que estão em treinamento na Alemanha retornem para a Ucrânia e treinem seus companheiros de equipe para que possam aumentar as suas forças armadas e tenham maiores chances de se defender contra os ataques russos. Além disso, o exército americano tem como principal motivação, ajudar os ucranianos com um treinamento útil e construtivo, assim evitando treinos longos e objetivando os treinos para táticas de rápido aprendizado e consequentemente ajudando os ucranianos a voltar o mais rápido possível para seu país e defendê-lo. 

Dessa forma, as medidas adotadas pelo governo estadunidense foram de grande ajuda, o presidente Volodymyr Zelensky havia declarado que sem novos armamentos esta guerra estaria perdida, pois a Ucrânia não teria condições de combater o exército russo e seria um banho de sangue sem fim. Além disso, a Ucrânia afirmou que teria sido usado uma arma química de fósforo branco por parte do exército russo, um elemento químico que já é proibido desde 1997, porém a Rússia nega esta afirmação e se manifesta dizendo que haviam descartado as armas mencionadas. Concluindo que, o treino efetivo das tropas ucranianas e o armamento aos mesmos, pelos americanos contribuiu estrategicamente aos ucranianos combaterem os russos em sua nação.

REFERÊNCIAS

DEUTSCHE WELLE. US training Ukrainian troops in Germany. Disponível em:  https://www.dw.com/en/us-training-ukrainian-troops-in-germany/a-61642682 . Acesso em: 3 mai. 2022.

G1. EUA e UE prometem ajuda militar adicional de mais de US$ 1,3 bi à Ucrânia. Disponível em: https://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2022/04/13/eua-e-ue-prometem-ajuda-militar-adicional-de-mais-de-us-13-bi-a-ucrania.ghtml . Acesso em: 3 mai. 2022.

THE HILL. Defense & National Security — Ukrainian troops receive US training in Germany. Disponível em: https://thehill.com/policy/defense/overnights/3472200-defense-national-security-ukrainian-troops-receive-us-training-in-germany/ . Acesso em: 3 mai. 2022.

U.S. ARMY. US troops train Ukrainians in Germany. Disponível em: https://www.army.mil/article/256277/us_troops_train_ukrainians_in_germany . Acesso em: 3 mai. 2022.

Núcleo de Estudos e Negócios Europeus
O Núcleo de Estudos e Negócios Europeus (NENE) está ligado ao Centro Brasileiro de Estudos de Negócios Internacionais & Diplomacia Corporativa (CBENI) da ESPM-SP. Foi criado considerando a necessidade de estimular a comunidade acadêmica brasileira e latino-americana a compreender melhor suas relações com os europeus, buscando compreender e aprofundar a Parceria Estratégica Brasil – União Europeia.

Deixe uma resposta