ISSN 2674-8053

Brasil

A necessidade de expansão dos acordos multilaterais brasileiros
Américas, Brasil

A necessidade de expansão dos acordos multilaterais brasileiros

A economia brasileira é a nona maior do mundo em termos de produto interno bruto (PIB) e, apesar de ter passado por momentos de crescimento econômico significativo nas últimas décadas, ainda enfrenta uma série de desafios estruturais. A diversificação das relações econômicas internacionais é uma das principais estratégias para enfrentar esses desafios e garantir um crescimento econômico sustentável e equilibrado no longo prazo. Uma das principais razões pelas quais a diversificação das relações econômicas internacionais é importante para o Brasil é a vulnerabilidade do país às flutuações dos preços das commodities. O Brasil é um dos principais produtores mundiais de commodities, como soja, açúcar, café e minério de ferro. Embora esses produtos tenham sido responsáveis por grande pa...
Amzônia é apenas mais um dos problemas mundiais: cada um tem o seu
Américas, Brasil, Europa, Reino Unido

Amzônia é apenas mais um dos problemas mundiais: cada um tem o seu

O Reino Unido tem expressado preocupações em relação à situação na Amazônia em vários aspectos, incluindo questões ambientais e de direitos humanos. Em relação às questões ambientais, o Reino Unido tem expressado preocupações sobre a degradação ambiental da região amazônica devido ao desmatamento e às mudanças climáticas. A Amazônia é considerada um dos principais pulmões do mundo, e sua destruição pode ter efeitos graves sobre o clima global. O Reino Unido tem pressionado o Brasil a tomar medidas para combater o desmatamento e as mudanças climáticas, e tem oferecido assistência técnica e financeira para ajudar o país nesses esforços. Além disso, o Reino Unido tem levantado preocupações sobre os direitos humanos na região amazônica, incluindo a violência contra os povos indígena...
Os impactos (não desejados) da Corte Criminal Internacional na guerra Ucânia-Rússia
Américas, Brasil, Europa, Rússia, Ucrânia

Os impactos (não desejados) da Corte Criminal Internacional na guerra Ucânia-Rússia

A Corte Criminal Internacional (ICC) é uma organização intergovernamental que investiga e processa indivíduos acusados de cometer crimes de guerra, crimes contra a humanidade e genocídio. A ICC foi criada com o objetivo de garantir a justiça internacional e acabar com a impunidade dos crimes mais graves que afetam a comunidade internacional. A Corte tem como função perseguir os responsáveis por graves violações aos direitos humanos, que não foram julgados pelas autoridades nacionais, ou que foram julgados de forma inadequada. A ICC tem jurisdição sobre indivíduos e não sobre Estados, e pode julgar qualquer indivíduo, independente de sua nacionalidade, que tenha cometido crimes de sua competência. Os crimes de guerra incluem atos cometidos durante conflitos armados, tais como o assa...
Lula, a Rússia, a Ucrânia e a Otan
Américas, Brasil, Europa, Rússia, Ucrânia

Lula, a Rússia, a Ucrânia e a Otan

© Ricardo Stuckert/PR Radicalizando a polêmica... Sorry...este texto é longo e controverso...Refleti muito até decidir escrever sobre as afirmações do Presidente Lula a respeito da guerra da Ucrânia. Primeiramente porque me comprometi a me manifestar somente sobre a Ásia, que é a “minha praia”... “Segundamente”, porque sei que estou “cutucando o boi com vara curta”... Mas a minha consciência me leva a tentar analisar da maneira mais isenta possível de qualquer viés “ideológico” (?) as declarações que Lula tem feito a respeito do tema. A grande maioria dos indivíduos “bem pensantes” concorda em que o que está acontecendo naquela região é uma tragédia inominável...Também penso assim...Mas, para a maioria deles, a afirmação do Presidente Lula de que “a Ucrânia também é responsável p...
Cibersegurança: um problema global, uma solução global
Américas, Brasil, ONU, Organizações Internacionais

Cibersegurança: um problema global, uma solução global

Cibersegurança, também conhecida como segurança da informação, é o conjunto de medidas e práticas que visam proteger os sistemas, dispositivos, redes e dados digitais contra ataques cibernéticos, roubo de informações, danos ou comprometimento. A cibersegurança é um campo em constante evolução devido ao aumento constante das ameaças e vulnerabilidades cibernéticas, e é essencial para empresas, organizações e indivíduos que desejam proteger seus dados e ativos digitais. Cibersegurança como um problema internacional A cibersegurança é tratada internacionalmente como uma questão crítica de segurança nacional, privacidade e proteção de dados, e comércio global. A segurança cibernética é uma preocupação crescente para governos, empresas e organizações em todo o mundo, uma vez que a...
A importância da integração regional para o Brasil
Américas, Brasil

A importância da integração regional para o Brasil

A América Latina tem visto uma série de esforços de integração regional ao longo dos anos, com o objetivo de promover a cooperação econômica, política e social entre os países da região. Alguns dos principais processos de integração regional na América Latina incluem: Mercosul: Fundado em 1991, o Mercado Comum do Sul é uma união aduaneira entre Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai, com o objetivo de promover a integração econômica e comercial na região. Aliança do Pacífico: Fundada em 2012, a Aliança do Pacífico é uma organização intergovernamental que inclui Chile, Colômbia, México e Peru, com o objetivo de promover a integração econômica, comercial e política na região. Comunidade de Nações do Caribe: Fundada em 1973, a Comunidade de Nações do Caribe é uma organização regi...
A necessidade de integração do Brasil nas agendas regionais: o caso da CELAC
Américas, Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Cuba, Equador, México, Panamá, Paraguai, Peru, Uruguai, Venezuela

A necessidade de integração do Brasil nas agendas regionais: o caso da CELAC

Em 1983 Colômbia, México, Panamá e Venezuela criaram um fórum para mediar conflitos armados na América Central. Na época ficou clara a necessidade de eles criarem fóruns de diálogo direto, sem a intermediação de outros países, caso realmente quisessem superar os conflitos. Ficou conhecido como o Grupo de Contadora (nome da ilha do Panamá no qual ocorreu o encontro). Em 1985 Argentina, Brasil, Peru e Uruguai se juntaram ao grupo e, criaram o Mecanismo Permanente de Consulta e Concertação Política da América Latina e do Caribe, também conhecido como Grupo do Rio. O Grupo do Rio não é um organismo internacional propriamente dito, na medida em que não tem um secretariado responsável pela implementação e acompanhamento das propostas. No entanto é um importante espaço para a concertação ...
E la nave va… o BRICS
África, África do Sul, Américas, Ásia, Brasil, China, Europa, Índia, Rússia

E la nave va… o BRICS

Merece reflexão atenta o artigo intitulado “O Brics Numa Nova Etapa”, do Embaixador Rubens Barbosa, que o Estadão publicou no dia 17/07, no qual ele analisa a 14ª cúpula do BRICS, realizada em 23/ 24 de junho, no formato virtual, sob a presidência de turno da China. O tema do encontro - “Promover uma Parceria de Alta Qualidade e Inaugurar uma Nova Era para o Desenvolvimento Global” - trata das próximas ações do grupo neste momento particularmente complexo em que um dos seus membros, a Rússia, promove uma guerra contra a Ucrânia, que tem, por sua vez, como pano de fundo, a ameaça que Moscou entende sofrer de parte do Ocidente contra o “status quo” da região que fez parte do “império” soviético. Conforme assinalou o Embaixador, “o encontro buscou aumentar a parceria entre o grupo e a...
A construção de agendas internacionais: o papel do Movimento dos Países Não Alinhados
África, África do Sul, Américas, Ásia, Brasil, China, Europa, Índia, Rússia

A construção de agendas internacionais: o papel do Movimento dos Países Não Alinhados

Países membros (azul escuro) e observadores (azul claro) do Movimento Não Alinhado (2005). Durante a Guerra Fria o mundo foi estruturado em torno de dois grandes blocos: capitalista (liderado pelos Estados Unidos) e comunista (liderado pela União Soviética). Esses blocos formaram uma estrutura internacional conhecida por bipolar, na medida em que os blocos se mostravam antagônicos. Ao longo da Guerra Fria outras tendências importantes ocorreram, especialmente as lutas nacionais por independência, combate ao imperialismo e a busca por superação da pobreza em grande parte do mundo. Essas tendências acabaram por consolidar um grupo conhecido por Movimento dos Países Não Alinhados. Importante notar que não se tratou da criação de um terceiro polo e nem necessariamente da recusa da ex...
A busca por um posicionamento internacional equidistante
Américas, Brasil

A busca por um posicionamento internacional equidistante

Carlos França, ministro de Relações Exteriores do Brasil (foto: divulgação Governo Federal) O Brasil precisa recuperar, urgentemente, seu papel internacional. Ainda que as eleições tendam a ideologizar a agenda internacional brasileira, temos que recuperar o nosso papel internacional de aspirante a potência. O atual conflito entre Rússia e Ucrânia tem ofuscado a discussão sobre qual papel o Brasil deve desempenhar no sistema internacional. Aproximações de um lado ou de outro logo são percebidas como propostas ideológicas do atual governo, enquanto deveriam ser percebidas como uma agenda do Estado brasileiro. Quando nos afastamos um pouco da conjuntura internacional atual e tentamos entender melhor a estrutura, facilmente vemos que o mundo tem se ajustado em torno de dois países: ...