Jonas Rama

Economista com mais de dez anos de experiência internacional e estudos realizados na França (Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne e École Normal Supérieure), Argentina (Universidad de Buenos Aires) e Estados Unidos (PSU).
Para sempre Putin?
Rússia

Para sempre Putin?

Mikhail Klimentyev, AP Em 15 de janeiro último, durante seu discurso anual à nação o presidente russo Vladimir Putin anunciou seu desejo de reformar o sistema político russo por meio de uma emenda constitucional. Logo após seu discurso Putin recebeu das mãos de seu primeiro-ministro, Dmitri Medvedev, a sua renúncia e de todo seu gabinete de ministros. Horas depois Putin estava de volta aos noticiários apresentando seu novo premiê, Mikhail Mishustin, ex-chefe da receita federal russa, enquanto seu antecessor, Medvedev, era nomeado ao cargo de vice chefe do conselho de segurança nacional. Estes três eventos em um mesmo dia demonstravam algo inabitual para as decisões do governo Putin: pressa. Apenas cinco dias depois, no dia 20 de janeiro, Putin levou à Duma, a câmara legislativa bai...
Conflito EUA-Irã: bravatas de Trump e riscos para Otan e Brasil
Américas, Brasil, Estados Unidos, Irã, Iraque, Oriente Médio, Rússia

Conflito EUA-Irã: bravatas de Trump e riscos para Otan e Brasil

O ano de 2020 apenas começou e o presidente estadunidense Donald Trump já fez o mundo tremer. Em 03 de janeiro último as forças armadas dos Estados Unidos executaram uma ousada e espetacular operação militar no entorno do aeroporto internacional de Bagdá no Iraque. Os mísseis lançados por uma aeronave não tripulada e operada de solo americano – o MQ-9 Reaper, ou ceifador – culminaram na morte de seis pessoas, entre elas o todo-poderoso Major General iraniano Qassim Soleimani e o Primeiro-tenente iraquiano e paramilitar foragido Abu Mahdi al Muhandis. O assassinato de Soleimani coloca fim a um breve hiato de paz no Iraque e descortina uma nova etapa do conflito no Oriente Médio. Chefes de estado e governo, oficiais militares e legações diplomatas ao redor do mundo se mostraram estarrec...
A parálise da OMC ou o fim da ordem econômica mundial que conhecemos
Américas, Arábia Saudita, Banco Mundial, Brasil, China, Estados Unidos, Estudos, Europa, FMI, França, GATT, OIC, OMC, Organizações Internacionais, Rússia

A parálise da OMC ou o fim da ordem econômica mundial que conhecemos

Prédio da OMC, em Genebra A recente e profunda crise da Organização Mundial do Comércio (OMC) é apenas o mais recente sinal do definhamento da ordem econômica mundial. Em artigo de opinião recentemente publicado pelo Washington Post, o professor em política internacional Daniel Drezner antevê o fim da ordem econômica liberal como a conhecemos.[i] De fato há indícios que a economia mundial entra em uma a nova (des)ordem econômica baseada no protecionismo. Não se trata somente do fim do liberalismo como arrazoado pelo Prof. Drezner, corremos também o risco de chegar ao fim do princípio da cooperação econômica. A ordem econômica mundial que conhecemos foi forjada a ferro e fogo ao término da segunda Guerra Mundial e expandida desde o fim da guerra fria. Colocada em marcha no ocidente a pa...
A derrota política do neoliberalismo na Argentina e o futuro brasileiro
Américas, Argentina, Brasil, Estudos

A derrota política do neoliberalismo na Argentina e o futuro brasileiro

A vitória de Alberto Fernández e Cristina Kirchner nas eleições presidenciais da Argentina representou um enorme golpe para os movimentos de centro-direita na América Latina. Entre os muitos artigos jornalísticos da imprensa local e de análises especializadas internacionais que circulam desde as eleições primárias na Argentina – em agosto passado e que indicavam uma inevitável derrota de Macri – há um consenso em torno do fracasso econômico do seu governo, sobretudo pela aumento da inflação e endividamento público. [1] O fato dos analistas vincularem a derrota de Macri a políticas econômicas neoliberais acende um alerta para o atual governo brasileiro que se apoia no radicalismo neoliberal como politica econômica. O fracasso do neoliberalismo econômico de Macri se deu apesar de ele se...