ISSN 2674-8053 | Receba as atualizações dos artigos no Telegram: https://t.me/mapamundiorg

Estudos

A parálise da OMC ou o fim da ordem econômica mundial que conhecemos
Américas, Arábia Saudita, Banco Mundial, Brasil, China, Estados Unidos, Estudos, Europa, FMI, França, GATT, OIC, OMC, Organizações Internacionais, Rússia

A parálise da OMC ou o fim da ordem econômica mundial que conhecemos

Prédio da OMC, em Genebra A recente e profunda crise da Organização Mundial do Comércio (OMC) é apenas o mais recente sinal do definhamento da ordem econômica mundial. Em artigo de opinião recentemente publicado pelo Washington Post, o professor em política internacional Daniel Drezner antevê o fim da ordem econômica liberal como a conhecemos.[i] De fato há indícios que a economia mundial entra em uma a nova (des)ordem econômica baseada no protecionismo. Não se trata somente do fim do liberalismo como arrazoado pelo Prof. Drezner, corremos também o risco de chegar ao fim do princípio da cooperação econômica. A ordem econômica mundial que conhecemos foi forjada a ferro e fogo ao término da segunda Guerra Mundial e expandida desde o fim da guerra fria. Colocada em marcha no ocidente a pa...
A derrota política do neoliberalismo na Argentina e o futuro brasileiro
Américas, Argentina, Brasil, Estudos

A derrota política do neoliberalismo na Argentina e o futuro brasileiro

A vitória de Alberto Fernández e Cristina Kirchner nas eleições presidenciais da Argentina representou um enorme golpe para os movimentos de centro-direita na América Latina. Entre os muitos artigos jornalísticos da imprensa local e de análises especializadas internacionais que circulam desde as eleições primárias na Argentina – em agosto passado e que indicavam uma inevitável derrota de Macri – há um consenso em torno do fracasso econômico do seu governo, sobretudo pela aumento da inflação e endividamento público. [1] O fato dos analistas vincularem a derrota de Macri a políticas econômicas neoliberais acende um alerta para o atual governo brasileiro que se apoia no radicalismo neoliberal como politica econômica. O fracasso do neoliberalismo econômico de Macri se deu apesar de ele se...
A presença chinesa na agricultura africana – “invasão” ou cooperação?
África, Angola, Argélia, China, Estudos, Moçambique, Nigéria

A presença chinesa na agricultura africana – “invasão” ou cooperação?

O objetivo deste estudo é avaliar a presença chinesa na agricultura africana à luz do aumento das discussões sobre uma suposta “invasão” chinesa por meio da compra de terras agricultáveis. Estudos científicos prévios e os poucos dados existentes e confiáveis indicam que não há indícios claros de uma “invasão” chinesa na África, ainda que o interesse dos chineses pela agricultura em solo africano tenha de facto aumentado neste século. Por outro lado, as ajudas e os mecanismos de cooperação técnica aumentaram substancialmente desde o início do século XXI. Parece haver espaço, pois, para parcerias que colaborem com a redução da subnutrição na África a partir da utilização da tecnologia e do know-how chinês. Até o presente momento, pouca evidência existe também sobre a ocupação de terras ...
“One Belt, one Road”: A Nova Rota da Seda e a iniciativa chinesa para a integração
China, Estudos

“One Belt, one Road”: A Nova Rota da Seda e a iniciativa chinesa para a integração

O que é a Nova Rota da Seda? A Nova Rota da Seda ─ designada Belt and  Road Initiative (BRI), em inglês ─, é uma iniciativa chinesa proposta no ano de 2013 pelo presidente Xi Jinping. Tratada pelos veículos midiáticos como “One Belt, one Road” (a origem do nome se deu à associação de “Belt” com a Rota da Seda original; e “Road” à área marítima na qual se darão algumas das negociações/transações comerciais). Esta  proposta do  presidente da República Popular da China (RPC) visa uma maior cooperação entre os países do eixo do Pacífico Asiático, Europa e África, através do desenvolvimento, intercâmbio e incentivo aos investimentos em um leque diversificado de setores econômico-comerciais, tais como Logística, Infraestrutura, Tecnologia, entre outros. A respeito, a RPC j...
transformações econômicas em Myanmar no processo de restauração da democracia pelo governo da Liga Nacional pela Democracia, de Aung San Suu Kyi
Ásia, Estudos, Myanmar

transformações econômicas em Myanmar no processo de restauração da democracia pelo governo da Liga Nacional pela Democracia, de Aung San Suu Kyi

Myanmar, o maior país do Sudeste Asiático, conta com uma população de aproximadamente 53 milhões de habitantes, em uma área de 676.578 km². Localizado estrategicamente próximo a China, Índia e Bangladesh, o país desempenha significativo papel tanto geograficamente quanto política e economicamente na região considerada com maior avanço econômico do mundo. Segundo um relatório publicado pelo Banco Asiático de Desenvolvimento, o produto interno global do continente crescerá em 52% até 2050, ou seja, mais da metade da taxa de crescimento mundial. De acordo com o parecer de uma mesa redonda da Organização das Nações Unidas de Desenvolvimento Indústria, “...os países asiáticos começaram a se afastar do baixo rendimento per capita que os perseguiu durante décadas e alcançaram maiores taxas d...
Sociedade 5.0: o declínio populacional japonês e a robótica
Estudos, Japão

Sociedade 5.0: o declínio populacional japonês e a robótica

· Os fatores que levaram Ã  redução da população A população japonesa em 2009 atingiu seu maior número de habitantes. Chegou a 127.340.884 milhões; desde então este número vem decrescendo. Decorridos apenas dez anos, 2019 já apresenta uma queda populacional de aproximadamente 2 milhões de pessoas. Isto causa um grande impacto na economia e na sociedade como um todo, devido à redução da população economicamente ativa e a consequente redução da mão-de-obra, e ao aumento da população idosa. O ex-ministro da saúde, Katsunobu Kato, anunciou que em 2017 nasceram apenas 946.060 crianças, o menor número registrado desde 1899. Em contrapartida, 1.340.433 japoneses faleceram. O escritório de estatísticas do Japão estima que a população diminuirá para 100 milhões, ...
Estudo: Myanmar (Birmânia)
Ásia, Estudos, Myanmar

Estudo: Myanmar (Birmânia)

A História da Birmânia Myanmar é um país do Sudeste Asiático que faz fronteira e interage frequentemente com áreas que foram grandes civilizações: entre outras, a Índia e a China. Seus atuais vizinhos incluem Bangladesh, Laos e a Tailândia. As diferenças culturais do país foram derivadas principalmente da interação das etnias e religiões ao largo dessas fronteiras. Os conceitos budistas, por exemplo, vieram da Índia, e muitos grupos do norte do Myanmar falam idiomas derivados do Sino-Tibetano. A civilização birmanesa se desenvolveu no sopé da Cordilheira do Himalaia, ao largo do rio Ayeyarwady, pilar da vida e do desenvolvimento cultural e econômico do território. Sua economia ao longo da História foi marcada pela agricultura, principalmente o cultivo do arroz, assim como o com...