Fausto Godoy

Doutor em Direito Internacional Público em Paris. Ingressou na carreira diplomática em 1976, serviu nas embaixadas de Bruxelas, Buenos Aires, Nova Déli, Washington, Pequim, Tóquio, Islamabade (onde foi Embaixador do Brasil, em 2004). Também cumpriu missões transitórias no Vietnã e Taiwan. Viveu 15 anos na Ásia, para onde orientou sua carreira por considerar que o continente seria o mais importante do século 21 – previsão que, agora, vê cada vez mais perto da realidade.
O Japão pós-Shinzo Abe (II): o novo líder
Ásia, Japão

O Japão pós-Shinzo Abe (II): o novo líder

Primeiro Ministro do Japão - Yoshihide Suga No artigo "O Japão pós-Shinzo Abe" (02/09/20), eu me referi à renúncia inesperada de Shinzo Abe ao cargo de Primeiro-Ministro do Japão, em 28 de agosto passado. Agora, gostaria de tratar com os amigos da questão da sua sucessão. Conforme mencionei anteriormente, com o fim do mandato Abe, que durou oito anos, encerrou-se o mais longo ciclo de estabilidade na governança do Japão contemporâneo; muito devido à sua liderança, que buscou imprimir sua marca pessoal na gestão, sobretudo no que toca a dois temas fundamentais. O primeiro foi seu esforço – frustrado - de revisar a rigidez pétrea do artigo 9º, da Constituição de 1947, - a “pacifista” - delineada pelos vencedores da II Guerra Mundial nos escombros nucleares de Hiroshima e Nagasaki, a...
O Japão pós-Shinzo Abe
Ásia, Japão

O Japão pós-Shinzo Abe

A súbita renúncia, alegadamente por motivos de saúde, de Shinzo Abe do cargo de Primeiro-Ministro do Japão, no dia 28 de agosto passado, antes do término do seu mandato, encerra um longo período no qual o país buscou reposicionar-se na região leste da Ásia e reencontrar o protagonismo que fora seu ao longo de grande parte da segunda metade do século passado até que a ascensão meteórica da vizinha China veio colocar desafios praticamente inalcançáveis para o governo e a sociedade japoneses, finalmente arrebatando do país a segunda colocação entre as maiores economias do planeta. A história pessoal de Abe-san se confunde com a do Japão do pós-guerra. Ele é o herdeiro de uma longa e influente linhagem de políticos. Seu avô materno, Nobusuke Kishi, tornou-se conhecido pela maneira bru...
NAVROZ, o Ano Novo parsi
Afeganistão, Ásia, Europa, Índia, Irã, Oriente Médio, Reino Unido, Temas Globais, Turcomenistão

NAVROZ, o Ano Novo parsi

No último dia 16 de agosto a comunidade parsi da Índia celebrou o Navroz, o seu Ano Novo, o dia em que ela se compromete com a renovação da esperança. As residências são arrumadas com esmero, os indivíduos vestem roupas novas, trocam presentes e fazem doações para instituições de caridade. Nada muito diferente do Natal cristão. Tradição de 3000 anos, o feriado de Ano Novo parsi foi criado pelo profeta Zoroastro, de acordo com a lenda. Mas, quem são os zoroastristas e os parsis? O Zoroastrismo é considerado a mais antiga dentre as religiões monoteístas conhecidas, embora haja controvérsias a este respeito. Teve início com as revelações de Zaratustra, a quem os gregos chamavam de Zoroastro. Não há muitas informações sobre a sua vida; acredita-se que teria nascido em Sogdiana, no r...
A indepedência da Índia e do Paquistão: relembrando a história
Ásia, Índia, Paquistão

A indepedência da Índia e do Paquistão: relembrando a história

Ontem e hoje o Paquistão e a Índia celebraram o 73º aniversário de independência da Grã-Bretanha. A do Paquistão ocorreu no dia 14 de agosto de 1947, e a da Índia logo após, nos primeiros minutos do dia 15. Minutos estes que puseram fim aos mais de duzentos anos em que a corte de Saint James reinou sobre o Raj Britânico, a sua “joia da coroa”. Extenuada ao final da II Guerra Mundial e incapaz de manter seu império colonial, a Inglaterra iniciava nesse momento o processo de desfazimento dos seus domínios; já não poderia mais afirmar que “o sol jamais se punha no Império Britânico...” A Índia emergiu como uma nação secular com uma população de maioria hindu e uma grande minoria muçulmana - a terceira maior do mundo, em termos numéricos -, enquanto o Paquistão, com uma população de g...
Memorial do claustro:… Qual o futuro de Hong Kong?
China

Memorial do claustro:… Qual o futuro de Hong Kong?

Foto Wikimedia Commons A opinião pública internacional tem estado muito mobilizada nestes últimos tempos pelos enfrentamentos entre a população de Hong Kong e o governo da Região Administrativa Especial/RAE - “preposto” de Pequim - a respeito do estatuto da cidade/ilha. O artigo do Estadão de hoje – “Perigosa Mensagem” - que aborda os embates entre os manifestantes e as autoridades do Conselho Administrativo da Hong Kong a respeito do “status” da Região Administrativa Especial, tocou no “foco da ferida” ao afirmar que... “ao romper uma cláusula basilar de devolução, a China pode satisfazer seus impulsos imperialistas. Mas transmite ao mundo uma perigosa mensagem: não é um país confiável”. Muito se tem comentado ultimamente a respeito deste mais recente capítulo da ‘saga libertária” ...
Memorial do Claustro
Ásia, Estados Unidos, Europa, França, Laos

Memorial do Claustro

A propósito de uma matéria do "Fantástico" sobre as bombas no Laos COPE - Laos. Foto de Fausto Godoy - Arquivo pessoal. O programa ”Fantástico” de hoje apresentou uma matéria pungente sobre a questão das minas que ainda não foram desativadas no Laos e que causam enormes danos físicos à população. Recapitulando a questão: O bombardeio dos EUA no Laos (1964-1973) foi parte de uma tentativa da “Central Intelligence Agency”/C.I.A. de erradicar o grupo “Pathet Lao”, aliado ao Vietnã do Norte e à União Soviética durante a Guerra do Vietnã (1955-1975). No contexto da Guerra Fria, o Laos, oficialmente neutro, tornou-se um dos principais campos de batalha entre os Estados Unidos e a China / União Soviética. Foto de Fausto Godoy - Arquivo pessoal. O empenho dos americanos em salv...
Ocidente x Oriente x Covid-19 = ???
Américas, Brasil, Estados Unidos

Ocidente x Oriente x Covid-19 = ???

" Oh, East is East, and West is West, and never the twain shall meet,Till Earth and Sky stand presently at God's great Judgment Seat;But there is neither East nor West, Border, nor Breed, nor Birth,When two strong men stand face to face, though they come from the ends of the earth! "("The Ballad of East and West", poema de Rudyard Kipling") Este poema que Rudyard Kipling escreveu em 1889, em plena luta da Índia pela independência do Raj Britânico, parece ser mais que nunca atual nestes tempos de covid-19. Esta reflexão me veio à mente quando assisti a vídeo-conferência entre influentes personalidades políticas e acadêmicas brasileiras – o Presidente Fernando Henrique Cardoso, o Embaixador Sergio Amaral e os professores Sergio Fausto e José Pio Borges - com o cientista político norte-am...
Os Jains e a Eternidade
Ásia

Os Jains e a Eternidade

Templo de Ranakpur - Paquistão. Foto de Fausto Godoy "Alguns tolos declaram que um Criador fez o mundo. A doutrina de que o mundo foi criado deve ser rejeitada. Se Deus criou o mundo, onde estava antes da criação? Como Deus poderia ter feito o mundo sem qualquer matéria-prima? Se você diz que Ele a fez primeiro, e depois o mundo, nos deparamos com uma regressão sem fim... Saiba que o mundo não é criado, e como o tempo em si, não tem começo e nem fim”.(texto do Mahapurana, escrito por Jinasena, monge e scholar da tradição digambara) Continuando o exercício de perscrutarmos o nosso íntimo nestes tempos de covid-19, em que nos confrontamos de perto com a ideia da finitude, decidi abordar mais uma outra religião oriental – o jainismo – que tem raiz na Índia. E, como fiz na minha postage...
China e Índia, ou o Dilema do Espelho
China, Índia

China e Índia, ou o Dilema do Espelho

Primeiro Ministro Narendra Modi (Índia) e Presidente Xi Jinping (China) Todos os que somos dos tempos do filme “A Branca de Neve e o Sete Anões”, e os mais jovens também, nos lembramos da pergunta que a rainha malvada fez ao espelho: “...existe no mundo alguém mais bela do que eu?”... irada com a resposta - “a Branca de Neve”- ela se transformou em bruxa e foi à caça da rival.... Vamos “geopolitizar” e dirigir esta mesma pergunta para o “espelho” da Ásia? Na disputa de poder na região, quem é a “bruxa má” e quem é a “mocinha”? Eu me faço esta pergunta ao ler a matéria – “China´s “Peaceful Rise” Vanishes in Thin Air” - que o scholar e político indiano Shashi Tharoor publicou recentemente no site “Project Syndicate” a propósito da intensificação dos enfrentamentos entre tropas india...
Os Sufistas e o caminho para o paraíso
Ásia, Oriente Médio, Paquistão, Turquia

Os Sufistas e o caminho para o paraíso

"Um dia, o sol admitiu:Sou apenas uma sombra,quisera poder mostrar-te a infinita incandescênciaque lançou minha imagem brilhante.Quisera poder mostrar-te, quando você se sentir só ou na escuridão,a surpreendente luz do seu próprio ser."                                Khwaja Samsu d-Din Muhammad Hafez (1310 / 1337) Estou dando um curso sobre as religiões da Ásia na ESPM - agora “virtualmente”-, coincidentemente neste momento em que um vírus perverso vai nos roubando parentes e amigos e nos confrontando, aleatoriamente, com a questão essencial para a maioria de nós, que é a inevitabilidade da Morte. Neste clima tenso - e imponderável -, achei que poderia (deveria...) compartilhar com os amigos algum...