ISSN 2674-8053

Autor: Fausto Godoy

Doutor em Direito Internacional Público em Paris. Ingressou na carreira diplomática em 1976, serviu nas embaixadas de Bruxelas, Buenos Aires, Nova Déli, Washington, Pequim, Tóquio, Islamabade (onde foi Embaixador do Brasil, em 2004). Também cumpriu missões transitórias no Vietnã e Taiwan. Viveu 15 anos na Ásia, para onde orientou sua carreira por considerar que o continente seria o mais importante do século 21 – previsão que, agora, vê cada vez mais perto da realidade.
Lula, a Rússia, a Ucrânia e a Otan
Américas, Brasil, Europa, Rússia, Ucrânia

Lula, a Rússia, a Ucrânia e a Otan

© Ricardo Stuckert/PR Radicalizando a polêmica... Sorry...este texto é longo e controverso...Refleti muito até decidir escrever sobre as afirmações do Presidente Lula a respeito da guerra da Ucrânia. Primeiramente porque me comprometi a me manifestar somente sobre a Ásia, que é a “minha praia”... “Segundamente”, porque sei que estou “cutucando o boi com vara curta”... Mas a minha consciência me leva a tentar analisar da maneira mais isenta possível de qualquer viés “ideológico” (?) as declarações que Lula tem feito a respeito do tema. A grande maioria dos indivíduos “bem pensantes” concorda em que o que está acontecendo naquela região é uma tragédia inominável...Também penso assim...Mas, para a maioria deles, a afirmação do Presidente Lula de que “a Ucrânia também é responsável p...
Tempo quente no Mar do Sul da China
Ásia, China

Tempo quente no Mar do Sul da China

A imprensa internacional noticiou a expansão, a partir de ontem, 11/04, dos exercícios das forças armadas dos Estados Unidos nas Filipinas. Segundo o Estadão, estas seriam “as maiores manobras de guerra da História da região do Indo-Pacífico”, reunindo mais de 17 mil soldados, e observadores militares do Japão e Austrália ao largo do arquipélago das Spratlys, no Mar do Sul da China. O objetivo seria monitorar os confrontos que se estão ali aguçando sobretudo diante da alegada investida dos chineses na região. O bom relacionamento do atual Presidente filipino, Ferdinand Marcos Jr. - filho do Ferdinand Marcos que dominou a vida política das Filipinas ao longo da segunda metade do século XX - com os americanos, propiciou a iniciativa. Só que...estas ilhas são, juntamente com as Ilhas ...
A Índia na encruzilhada
Ásia, Índia

A Índia na encruzilhada

A matéria recente do Estadão “China, Índia e a nova ordem mundial”, dá o tom para estas minhas reflexões: a chamada afirma que “a competição entre uma China poderosa, mas em declínio populacional e uma Índia em ascensão mas com graves atrasos a superar, impactará a ordem econômica e geopolítica”. Instigante, sim, mas óbvio?...É reconfortante ter-se vivido muito para poder refletir de maneira serena a respeito da impermanência e a transiência do poder mundial. Quando nasci, em junho de 1945, o “hegemon” planetário era...a Grã-Bretanha (“the sun never sets on the British Empire”, remember?)! Só que naquele exato momento a Europa, dilacerada pela II Guerra Mundial, iniciava a contragosto a desconstrução do império colonial que fizera a sua fortuna ao longo dos séculos XVIII e XIX. Pri...
Japão: com licença, o robõ vai passar…
Ásia, Japão

Japão: com licença, o robõ vai passar…

Foto: coleção particular Fausto Godoy O Estadão publicou recentemente uma matéria intitulada “Japão investe em robôs “simpáticos” para fazer entregas”, referindo-se a uma lei de trânsito que entra em vigor em abril deste ano autorizando a circulação de robôs de “delivery” autônomos,. Seus criadores, a companhia de robótica ZMP, estão confiantes de que eles ajudarão, por exemplo, na prestação de serviços a idosos sobretudo em áreas rurais pouco povoadas. Alertam que eles serão monitorados por controle remoto e por pessoas que poderão intervir se necessário. A ZMP considerou importante que eles sejam “humildes e encantadores, para inspirar confiança”... A empresa já saiu em campo e fez parceria com gigantes empresariais, como a “Japan Post Holdings”, que irão testar esses robôs em Tóquio...
O dilema da China
Ásia, China

O dilema da China

A população da República Popular da China decresceu em 2022 para 1,411 bilhão, uma queda de cerca de 850.000 pessoas em relação ao ano anterior, anunciou o “Escritório Nacional de Estatísticas da China”/NBS durante um “briefing” no último dia 19/01. A última vez que fato semelhante ocorreu foi na década de sessenta, quando a política desastrosa de Mao Zedong de impor a industrialização forçada do país através da política do “Grande Salto em Avanço/ para a Frente”, entre 1958 e 1960, com a pretensão de transformar a República Popular numa nação desenvolvida e socialmente igualitária em tempo recorde, através de uma reforma agrária forçada e da industrialização urbana, sobretudo da siderurgia, teve como consequência funesta a m...
A propósito da constituição da Índia
Ásia, Índia

A propósito da constituição da Índia

No dia 26 de janeiro último a Índia celebrou o “Dia da República”/ “Repubic Day”, data em que a sua Constituição entrou em vigor, em 26 de janeiro de 1950, substituindo o  â€œAto do Governo da Índia”/ “The Government of India Act 1935”, que fora promulgado pelo Raj Britânico como o documento basilar do Estado. O documento entrou em vigor em 26 de janeiro de 1950. Por ele a nação se tornava uma república autônoma. A Índia havia alcançado a independência em 15 de agosto de 1947, após um longo e traumático período de resistência e militância, que teve o Mahatma Gandhi no epicentro da sua liderança, juntamente com outras grandes personagens da História moderna do país. Ela se formalizou através do “Ato de Independência da Índia de 1947”, promulgado pelo Parlamento do Reino Unid...
Xi e o mandato do céu
Ásia, China

Xi e o mandato do céu

O que até os cascalhos do caminho sabiam: no dia 23 deste mês, os cerca de 2000 representantes dos 96,7 milhões de membros do Partido Comunista Chinês (PCC) reconduziram o Secretário-Geral e Presidente do Partido, Xi Jinping, para mais um mandato de cinco anos. Ao seu final, ele terá cumprido quinze anos no poder absoluto do Partido...e da República Popular da China. Anteriormente, somente Mao Zedong teve tamanho protagonismo na vida dos chineses. Desde então, a tradição passara a ser o compartilhamento do poder entre a cúpula política, em uníssono. Assim foi nas gerações posteriores a ele: a do “triunvirato” Jiang Zemin, Li Peng e Zhu Rongzhi, e dos seus sucessores, Hu Jintao e Wen Jiabao. Nestas etapas anteriores, os líderes mantinham um perfil discreto, evitando o protagonismo p...
O 20º Congresso Nacional do Partido Comunista Chinês
Ásia, China

O 20º Congresso Nacional do Partido Comunista Chinês

Li Xueren/Xinhua via AP Teve início neste último domingo, 16 de outubro, o 20º Congresso Nacional do Partido Comunista Chinês (PCC). Nele deverão ser traçados os objetivos gerais de desenvolvimento da China até o ano de 2035, de acordo com relatório enviado previamente aos congressistas. Estes objetivos foram definidos no “14º Plano Quinquenal (2021-2025) para o Desenvolvimento Econômico e Social Nacional e a Visão 2035 da República Popular da China”, com base nas propostas apresentadas pelo Comitê Central do Partido Comunista Chinês, que alinhou as estratégias e as prioridades do governo e orientou as atividades do mercado. Segundo este documento, trata-se de “um projeto para a nova jornada da China em direção a um país socialista moderno, e um plano de ação conjunto para o povo ch...
O Islã, o Irã, o Curdistão e o Hijab
Irã, Oriente Médio

O Islã, o Irã, o Curdistão e o Hijab

Policiais mulheres da República Islâmica do Irã - Foto Wikimedia Commons “Surata 24: 30 – Dize aos crentes que recatem os seus olhares e conservem os seus pudores, porque isso é mais benéfico para eles: Allah está bem inteirado de tudo quanto fazem;24:31 – Dize às fiéis que recatem os seus olhares, conservem os seus pudores e não mostrem os seus atrativos, além dos que (normalmente) aparecem; que cubram o colo com seus véus e não mostrem os seus atrativos, a não ser aos seus esposos, seus pais, seus sogros, seus filhos, seus enteados, seus irmãos, seus sobrinhos, às mulheres suas servas, seus criados isentas das necessidades sexuais, ou às crianças que não discernem a nudez das mulheres; que não agitem os seus pés, para que não chamem à atenção sobre seus atrativos ocultos. Ó fiéis, vo...
A visita da Senhora
Américas, Ásia, China, Estados Unidos

A visita da Senhora

A presidente da Câmara dos EUA, Nancy Pelosi, caminha ao lado da presidente de Taiwan, Tsai Ing-wen, em visita à sede presidencial da ilha, em Taipei, em 3 de agosto de 2022. — Foto: Presidência de Taiwan via Associated Press A visita de Nancy Pelosi, presidente da Câmara dos Representantes do Congresso americano a Taiwan, ontem, 02/08, teve o “mérito” de angariar tanto a discordância do Presidente Joe Biden quanto o opróbio dos chineses continentais. Confrontado com o “fait accompli”, Biden limitou-se a demonstrar sua contrariedade para com a iniciativa e alegar, como justificativa, a independência do Legislativo na ordem constitucional americana. Pequim, de sua parte, como esperado, considerou a visita uma “provocação militar”. Foram deslocados aviões de caça para o Estreito de Taiwa...