Myanmar

Autoritarismo: a faca de dois gumes do Sudeste Asiático
Ásia, Bangladesh, Brunei, Camboja, China, Filipinas, Indonésia, Japão, Laos, Malásia, Myanmar, Singapura, Tailândia, Vietnam

Autoritarismo: a faca de dois gumes do Sudeste Asiático

PAD Demonstration. Sukhumvit Road. Bangkok. 20th October 2008. A palavra diversidade pode definir o Sudeste Asiático. São tantos dialetos, etnias, povos e religiões em apenas 4.100.000 km², que se torna consenso a singularidade da região e de todo o subcontinente. A China de Mao Zedong, é um padrão que se repete atualmente no Sudeste Asiático, quando o governo autoritário deu os primeiros passos para erradicar a miséria e homogeneizar a população criando os esteios da China contemporânea. O processo foi impulsionado por Deng Xiaoping, em 1979, ao iniciar o a abertura do país para o mundo. Como um espelho, o sudeste asiático, marcado por países tão culturalmente diferentes vem convergindo em um padrão intrigante: democracias frágeis, governos autoritários e o desenvolvimento geral da...
transformações econômicas em Myanmar no processo de restauração da democracia pelo governo da Liga Nacional pela Democracia, de Aung San Suu Kyi
Ásia, Estudos, Myanmar

transformações econômicas em Myanmar no processo de restauração da democracia pelo governo da Liga Nacional pela Democracia, de Aung San Suu Kyi

Myanmar, o maior país do Sudeste Asiático, conta com uma população de aproximadamente 53 milhões de habitantes, em uma área de 676.578 km². Localizado estrategicamente próximo a China, Índia e Bangladesh, o país desempenha significativo papel tanto geograficamente quanto política e economicamente na região considerada com maior avanço econômico do mundo. Segundo um relatório publicado pelo Banco Asiático de Desenvolvimento, o produto interno global do continente crescerá em 52% até 2050, ou seja, mais da metade da taxa de crescimento mundial. De acordo com o parecer de uma mesa redonda da Organização das Nações Unidas de Desenvolvimento Indústria, “...os países asiáticos começaram a se afastar do baixo rendimento per capita que os perseguiu durante décadas e alcançaram maiores taxas d...
E la nave va (III) – Xi Jinping e a II Cúpula da Nova Rota da Seda
Ásia, Áustria, Chile, China, Egito, Grécia, Hungria, Itália, Myanmar, Peru, Portugal, Rússia

E la nave va (III) – Xi Jinping e a II Cúpula da Nova Rota da Seda

Encerrou-se ontem, em Pequim, a II Reunião de Cúpula da “Belt and Road Initiative” – a “Nova Rota da Seda” – o projeto mais ambicioso deste século, segundo muitos analistas, para o realinhamento da geoecomia/geopolítica do planeta. Conforme se recorda, lançado em 2013, por Xi Jiping, o seu objetivo é criar um cinturão econômico, tecnológico e cultural unindo a Ásia à Europa e à África, ampliando assim o traçado e o escopo da Rota da Seda original, que desenhada pelos chineses durante a dinastia Han (séc. II a.C/ II d.C), foi o grande corredor pelo qual as mercadorias do Oriente chegavam até a Europa. Esta rota, que perdurou até a tomada de Constantinopla pelos turcos em 1453, foi, como sabemos, o maior elo comercial e civilizacional da História. A primeira reunião de cúpula da “Road...
Estudo: Myanmar (Birmânia)
Ásia, Estudos, Myanmar

Estudo: Myanmar (Birmânia)

A História da Birmânia Myanmar é um país do Sudeste Asiático que faz fronteira e interage frequentemente com áreas que foram grandes civilizações: entre outras, a Índia e a China. Seus atuais vizinhos incluem Bangladesh, Laos e a Tailândia. As diferenças culturais do país foram derivadas principalmente da interação das etnias e religiões ao largo dessas fronteiras. Os conceitos budistas, por exemplo, vieram da Índia, e muitos grupos do norte do Myanmar falam idiomas derivados do Sino-Tibetano. A civilização birmanesa se desenvolveu no sopé da Cordilheira do Himalaia, ao largo do rio Ayeyarwady, pilar da vida e do desenvolvimento cultural e econômico do território. Sua economia ao longo da História foi marcada pela agricultura, principalmente o cultivo do arroz, assim como o com...
Polemizando: o Dilema da Grande Senhora
Ásia, Myanmar

Polemizando: o Dilema da Grande Senhora

A Amnesty International (AI) decidiu , no último dia 11, retirar o título de Embaixadora da Consciência, que havia concedido a Aung Sang Suu Kyii, o mais alto galardão que outorga às personalidades que se destacam na defesa dos direitos humanos. Este título honroso lhe havia sido concedido em 2009. A ele sucedeu, conforme se recorda, o Nobel da Paz, em 2012. (mais…)
Myanmar “revisitado”
Ásia, Myanmar

Myanmar “revisitado”

A coluna do correspondente em Paris do Estadão, Gilles Lapouge, levanta uma questão pungente, e praticamente ignorada pela opinião pública internacional: o destino dos Rohingyas, em Myanmar, e o silêncio da “Prêmio Nobel da Paz”, Aung San Suu Kyi, a respeito da tragédia deles. (mais…)