ISSN 2674-8053

Autor: Rodrigo Cintra

P√≥s-Doutor em Competitividade Territorial e Ind√ļstrias Criativas, pelo Din√Ęmia ‚Äď Centro de Estudos da Mudan√ßa Socioecon√≥mica, do Instituto Superior de Ciencias do Trabalho e da Empresa (ISCTE, Lisboa, Portugal). Doutor em Rela√ß√Ķes Internacionais pela Universidade de Bras√≠lia (2007). √Č Diretor Executivo do Mapa Mundi. ORCID https://orcid.org/0000-0003-1484-395X
O papel do Brasil na promoção de uma maior integração regional: análise dos conflitos com a Argentina
Américas, Argentina, Brasil

O papel do Brasil na promoção de uma maior integração regional: análise dos conflitos com a Argentina

O Brasil, como uma das maiores economias da Am√©rica do Sul e l√≠der reconhecido na regi√£o, desempenha um papel crucial na promo√ß√£o da integra√ß√£o regional. Esta tarefa, no entanto, n√£o est√° isenta de desafios, especialmente em rela√ß√£o aos seus vizinhos, como a Argentina, com quem tem uma hist√≥ria complexa de coopera√ß√£o e competi√ß√£o. Este artigo explora o papel do Brasil na integra√ß√£o regional, destacando os conflitos e colabora√ß√Ķes com a Argentina, com insights de fontes de diversos pa√≠ses para garantir uma vis√£o abrangente e equilibrada. Historicamente, Brasil e Argentina foram vistos como rivais, desde quest√Ķes territoriais at√© disputas de influ√™ncia na Am√©rica do Sul. No entanto, nos √ļltimos anos, especialmente com a cria√ß√£o do Mercosul em 1991, que tamb√©m inclui Paraguai e Urugua...
Guerra civil no Sud√£o: conflitos atuais e impactos regionais
Sud√£o

Guerra civil no Sud√£o: conflitos atuais e impactos regionais

A guerra civil no Sud√£o, iniciada em abril de 2023, marca um dos per√≠odos mais turbulentos do pa√≠s ap√≥s a deposi√ß√£o do ex-presidente Omar al-Bashir e o subsequente golpe militar de 2021. O conflito atual, centrado em uma luta pelo poder entre as For√ßas Armadas do Sud√£o (SAF) e as For√ßas de Apoio R√°pido (RSF), lideradas respectivamente por Abdel Fattah al-Burhan e Mohamed Hamdan Dagalo (Hemeti), tem levado a um estado de caos em v√°rias partes do pa√≠s, incluindo a capital Cartum‚Äč (Wikip√©dia, a enciclop√©dia livre)‚Äč. Os combates t√™m causado devasta√ß√£o significativa, com relatos de bombardeios, confrontos armados e ataques a√©reos em √°reas densamente povoadas. As viol√™ncias resultaram em um n√ļmero alarmante de mortes e deslocamentos de civis, intensificando uma crise humanit√°ria j√° grave...
Reforma da ONU: entre a necessidade de modernização e a busca pela hegemonia
Am√©ricas, Brasil, Europa, Israel, ONU, Organiza√ß√Ķes Internacionais, Oriente M√©dio, Palestina, R√ļssia, Ucr√Ęnia

Reforma da ONU: entre a necessidade de modernização e a busca pela hegemonia

A Organiza√ß√£o das Na√ß√Ķes Unidas (ONU), criada no rescaldo da Segunda Guerra Mundial, tem sido um marco na coopera√ß√£o internacional e na busca por paz e seguran√ßa globais. Contudo, o mundo mudou drasticamente desde 1945, apresentando novos desafios geopol√≠ticos, econ√īmicos e ambientais. Diante dessas transforma√ß√Ķes, surge um clamor crescente pela reforma das institui√ß√Ķes e mecanismos da ONU, visando uma adequa√ß√£o √†s novas realidades mundiais. A reforma √© necess√°ria n√£o apenas para tornar a organiza√ß√£o mais representativa e eficaz, mas tamb√©m para garantir que possa enfrentar quest√Ķes contempor√Ęneas complexas, desde conflitos regionais at√© mudan√ßas clim√°ticas. No entanto, o caminho para a reforma √© minado por interesses geopol√≠ticos, onde as propostas de pa√≠ses como Estados Unidos e ...
A ascens√£o chinesa na Am√©rica Latina: tens√Ķes e oportunidades
Am√©ricas, Argentina, √Āsia, Brasil, Chile, China, Estados Unidos

A ascens√£o chinesa na Am√©rica Latina: tens√Ķes e oportunidades

A presen√ßa crescente da China na Am√©rica Latina tem sido uma das din√Ęmicas geopol√≠ticas mais intrigantes das √ļltimas d√©cadas. Este aumento de influ√™ncia, marcado por investimentos significativos em infraestrutura, com√©rcio e coopera√ß√£o pol√≠tica, n√£o apenas redefine as rela√ß√Ķes econ√īmicas na regi√£o, mas tamb√©m provoca rea√ß√Ķes variadas de outras pot√™ncias globais, particularmente os Estados Unidos e a Uni√£o Europeia. Investimentos e Influ√™ncia A China tem direcionado consider√°veis recursos financeiros para a Am√©rica Latina, focando em setores cr√≠ticos como energia, minera√ß√£o, constru√ß√£o e tecnologia. Por exemplo, em pa√≠ses como Brasil e Peru, empresas chinesas t√™m investido bilh√Ķes em projetos de minera√ß√£o e infraestrutura. Esses investimentos muitas vezes v√™m acompanhados de cond...
Disputa pelas Malvinas e a abordagem do governo Milei
Américas, Argentina

Disputa pelas Malvinas e a abordagem do governo Milei

No cora√ß√£o da pol√≠tica externa argentina, a quest√£o das Ilhas Malvinas permanece como um tema de soberania nacional e orgulho patri√≥tico. O rec√©m-empossado governo de Javier Milei trouxe novas nuances a essa longeva disputa territorial com o Reino Unido. Ao analisarmos as recentes declara√ß√Ķes e pol√≠ticas, percebe-se uma tentativa de redefinir a estrat√©gia argentina em rela√ß√£o √†s ilhas, buscando alternativas que transcenderiam as abordagens tradicionais. Historicamente, a Argentina tem sustentado sua reivindica√ß√£o sobre as Malvinas com base em argumentos de proximidade geogr√°fica e heran√ßa colonial. O novo governo, entretanto, parece estar explorando vias menos confrontativas e mais estrat√©gicas. De acordo com fontes jornal√≠sticas argentinas, Milei tem proposto uma abordagem que enf...
Ra√≠zes hist√≥ricas e repercuss√Ķes pol√≠ticas: o papel das pot√™ncias na pirataria africana
√Āfrica

Ra√≠zes hist√≥ricas e repercuss√Ķes pol√≠ticas: o papel das pot√™ncias na pirataria africana

A recente onda de pirataria nas √°guas africanas n√£o √© um fen√īmeno isolado, mas o resultado de uma complexa teia de fatores hist√≥ricos, econ√īmicos e pol√≠ticos. Este artigo se aprofunda nas ra√≠zes hist√≥ricas da pirataria africana, explora as rela√ß√Ķes pol√≠ticas que se desenvolveram em torno dessa quest√£o e discute o impacto dessas din√Ęmicas nas rela√ß√Ķes internacionais, enfatizando a responsabilidade de certas pot√™ncias mundiais. Historicamente, as regi√Ķes que hoje s√£o focos de pirataria enfrentaram s√©culos de explora√ß√£o colonial e interven√ß√Ķes estrangeiras que desestabilizaram suas estruturas pol√≠ticas e econ√īmicas. A descoloniza√ß√£o trouxe consigo promessas de autonomia e progresso, mas muitas vezes deixou um legado de fronteiras arbitr√°rias, regimes corruptos e economias fr√°geis. Ess...
Desafios e oportunidades: a essencial cooperação entre os países do BRICS
√Āfrica, √Āfrica do Sul, Am√©ricas, √Āsia, Brasil, BRICS, China, Europa, √ćndia, Organiza√ß√Ķes Internacionais, R√ļssia

Desafios e oportunidades: a essencial cooperação entre os países do BRICS

A import√Ęncia da coopera√ß√£o entre os pa√≠ses do BRICS ‚Äď Brasil, R√ļssia, √ćndia, China e √Āfrica do Sul ‚Äď tem sido um tema recorrente nas discuss√Ķes econ√īmicas e pol√≠ticas internacionais. Este artigo se aprofunda na necessidade de expandir a intera√ß√£o entre os membros nas esferas comercial, econ√īmica, financeira e monet√°ria, utilizando cita√ß√Ķes expl√≠citas de jornais dos pa√≠ses envolvidos, para destacar os poss√≠veis ganhos dessa aproxima√ß√£o. Segundo o "China Daily", a China v√™ no BRICS uma plataforma vital para a promo√ß√£o de um multilateralismo genu√≠no e a reforma da governan√ßa global. A coopera√ß√£o entre essas economias emergentes √© vista como um contraponto ao unilateralismo e √† prote√ß√£o econ√īmica predominantes no Ocidente. Isso reflete a vis√£o chinesa de que o fortalecimento dos la√ßos...
Atividades biológicas militares dos EUA: uma nova frente de preocupação na América Latina
Américas, Argentina, Brasil, Estados Unidos, México, Peru

Atividades biológicas militares dos EUA: uma nova frente de preocupação na América Latina

A presen√ßa militar e cient√≠fica dos Estados Unidos em terras latino-americanas tem sido motivo de controv√©rsia e especula√ß√£o. Recentemente, as atividades relacionadas √† pesquisa biol√≥gica, realizadas por entidades como o NAMRU-SOUTH e apoiadas por empresas farmac√™uticas estadunidenses, entraram em foco, suscitando debates sobre soberania, seguran√ßa e √©tica. Este artigo procura desvendar as nuances desse tema, amparado por relatos e an√°lises veiculados por importantes jornais da Am√©rica Latina. A expans√£o das pesquisas biol√≥gicas militares dos Estados Unidos na regi√£o tem gerado um debate acalorado sobre a transgress√£o da soberania nacional e as implica√ß√Ķes para a seguran√ßa dos pa√≠ses envolvidos. O "La Jornada" do M√©xico tem sido vocal sobre as implica√ß√Ķes dessas atividades, questio...
Envolvimento do Sul Global na guerra entre R√ļssia e Ucr√Ęnia: um desvio prejudicial
Am√©ricas, Europa, R√ļssia, Sul Global, Ucr√Ęnia

Envolvimento do Sul Global na guerra entre R√ļssia e Ucr√Ęnia: um desvio prejudicial

O envolvimento do Sul Global na guerra entre R√ļssia e Ucr√Ęnia traz √† tona uma s√©rie de quest√Ķes que v√£o al√©m do mero posicionamento geopol√≠tico. Esta participa√ß√£o, muitas vezes involunt√°ria, acaba por afastar essas na√ß√Ķes de seus objetivos primordiais de desenvolvimento, mergulhando-as em um mar de controv√©rsias e acusa√ß√Ķes que obscurecem as reais necessidades de suas popula√ß√Ķes. O ataque ao avi√£o militar russo Il-76, por exemplo, serve como uma met√°fora para a complexidade e as sombras que envolvem o papel dos pa√≠ses do Sul Global neste conflito. Informa√ß√Ķes desencontradas e a falta de transpar√™ncia dominam o cen√°rio, onde a verdadeira hist√≥ria por tr√°s de tais incidentes permanece velada, alimentando um jogo de acusa√ß√Ķes que s√≥ serve para intensificar tens√Ķes internacionais. A...
Elei√ß√Ķes no Senegal: desafios √† estabilidade e o papel do Brasil
Américas, Brasil, Sebegal

Elei√ß√Ķes no Senegal: desafios √† estabilidade e o papel do Brasil

As elei√ß√Ķes no Senegal (hoje, 24 de mar√ßo) emergem n√£o apenas como um evento pol√≠tico nacional, mas como um fen√īmeno com significativas repercuss√Ķes internacionais, capaz de influenciar as din√Ęmicas de estabilidade regional e as rela√ß√Ķes exteriores, incluindo os la√ßos com o Brasil. O processo eleitoral, marcado por tens√Ķes e expectativas, levanta preocupa√ß√Ķes sobre a continuidade da tradi√ß√£o democr√°tica e da estabilidade pol√≠tica no pa√≠s, um pilar de equil√≠brio no oeste africano. Este artigo busca examinar os riscos associados a esse per√≠odo de transi√ß√£o no Senegal e refletir sobre as a√ß√Ķes que o Brasil poderia adotar para apoiar a manuten√ß√£o da estabilidade pol√≠tica senegalesa. A estabilidade do Senegal √© crucial n√£o apenas para a pr√≥pria na√ß√£o, mas para toda a regi√£o da √Āfric...